Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
16.9 °
16.9 °
77 %
3.6kmh
40 %
Qua
19 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Ásia Seul, Tóquio e Washington condenam alegado fornecimento de armas a Moscovo por...

      Seul, Tóquio e Washington condenam alegado fornecimento de armas a Moscovo por Pyonyang

      hCoreia do Sul, Japão e Estados Unidos condenaram ontem o suposto fornecimento de armas e munições pela Coreia do Norte à Rússia, as quais seriam usadas na guerra contra a Ucrânia, e do qual disseram ter provas. “Estas entregas de armas, várias das quais confirmámos agora terem sido concluídas, vão aumentar significativamente o custo humano da guerra de agressão da Rússia”, afirmaram os três países numa declaração conjunta assinada pelos três ministros dos Negócios Estrangeiros e divulgada pela diplomacia sul-coreana.

      Os chefes das diplomacias de Seul, Tóquio e Washington afirmaram que vão continuar a trabalhar em conjunto “para expor as tentativas da Rússia de adquirir equipamento militar da RPDC”, ou República Popular Democrática da Coreia, nome oficial da Coreia do Norte.

      A Coreia do Sul e os Estados Unidos têm vindo a acusar o Norte deste alegado fornecimento de armamento à Rússia, que se terá intensificado após a recente cimeira entre os líderes dos dois territórios, em setembro, e em troca do qual Pyongyang terá procurado assistência militar para melhorar as próprias capacidades de combate.

      A Casa Branca afirmou anteriormente que a Coreia do Norte enviou numerosos contentores de equipamento militar e munições para a Rússia, por comboio e navio, para serem utilizados na guerra na Ucrânia, algumas das quais terão sido captadas em imagens de satélite.

      “Estamos a acompanhar de perto qualquer material que a Rússia forneça à RPDC para apoiar objetivos militares”, acrescentaram os três aliados na mesma declaração, na qual sublinharam que qualquer troca de armas com Pyongyang deve ser impedida, uma vez que viola as sanções da ONU.

      A Coreia do Sul, o Japão e os EUA lembraram que a Rússia votou a favor de tais resoluções e afirmaram estar “profundamente preocupados” com a possibilidade de qualquer transferência de tecnologia nuclear ou de mísseis balísticos. “Tais transferências comprometeriam os actuais esforços da comunidade internacional para manter as tecnologias sensíveis fora das mãos de atores que trabalham para desestabilizar a segurança regional, ameaçar a paz e a estabilidade na península coreana e em todo o mundo”, afirmaram, na declaração.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau