Edição do dia

Sábado, 18 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.9 ° C
28.9 °
26.9 °
78 %
3.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
24 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaLeong Sun Iok pede aumento dos beneficiários do apoio económico  

      Leong Sun Iok pede aumento dos beneficiários do apoio económico  

       

      Leong Sun Iok pede que os apoios económicos concedidos pelo Governo abranjam uma maior parte da população. O deputado diz que o surto actual da epidemia teve um impacto profundo em Macau e muitas indústrias suspenderam as operações ou fecharam definitivamente devido à epidemia, fazendo com que um grande número de trabalhadores tenha ficado desempregado ou em situação de licença sem vencimento.

      Citado pelo Jornal do Cidadão, o deputado diz esperar que o Governo continue a aumentar os beneficiários do apoio económico da primeira fase e atribua em dinheiro o apoio pecuniário nas medidas da segunda fase, permitindo que os sectores industriais e comerciais retomem as actividades o mais rapidamente possível, de modo a reduzir as perdas.

      A Assembleia Legislativa aprovou na quinta-feira a alteração ao orçamento para 2022 para acomodar os apoios concedidos agora. Lei Wai Nong, secretário para a Economia e Finanças, salientou que estes apoios já abrangem cerca de 80% da população.

      Leong Sun Iok referiu que, embora o secretário tenha dito que os apoios atingiam 80% da população, devido à desaceleração económica, há também algumas pessoas que estão sob pressão para sustentar a sua vida familiar, e todos esperam que as autoridades reduzam ainda mais o limite para abranger mais beneficiários.

      “Além disso, a primeira fase das medidas do apoio económico não teve em consideração aqueles que ficaram desempregados e subempregados apenas este ano. Eles também foram muito afectados pela epidemia”, disse o deputado. Reiterando que este ano se está a viver uma situação difícil, Leong Sun Iok frisou que os apoios económicos para a população ainda são insuficientes.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau