Edição do dia

Quinta-feira, 30 de Junho, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
aguaceiros fracos
26.9 ° C
31 °
26.9 °
94 %
5.1kmh
40 %
Qui
28 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
29 °
Seg
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Impacto do surto pandémico na situação económica das PME preocupa Lei Leong...

      Impacto do surto pandémico na situação económica das PME preocupa Lei Leong Wong

      As autoridades locais devem prestar atenção contínua e avaliar o impacto no ambiente económico provocado pelo surto epidémico, ajustando atempadamente as medidas de apoio financeiro implementadas, sobretudo às pequenas e medias empresas e microempresas, afirmou o deputado Lei Leong Wong.

      Num comunicado enviado ao Jornal do Cidadão, o deputado diz estar atento às operações das PME e das microempresas, bem como à situação de emprego dos residentes, considerando que o Governo deve lançar medidas mais direccionadas para garantir a sobrevivência dessas empresas e os postos de trabalho para os actuais empregados.

      O deputado ligado à comunidade de Fujian enfatizou que, tendo sido afectadas pela epidemia, as receitas das PME e microempresas sofreram todas uma quebra acentuada, todavia, ainda precisam de pagar a renda das lojas, salários de funcionários, e até reembolsar os empréstimos concedidos pelo Governo ou bancos, o que trouxe enorme pressão operacional.

      “As PME e microempresas representam mais de 90% do total das empresas estabelecidas no território, e os postos de emprego envolvidos correspondem a 40% do total do trabalho local, sendo uma parte importante da economia local. Portanto, garantir a operação dessas empresas é igual a assegurar o emprego em Macau”, defendeu.

      Lei Leong Wong realçou que, se o impacto epidémico no ambiente de negócio continuar a se intensificar, não apenas afectará os comerciantes, mas também os seus empregados e a vida as famílias.

      Apesar de admitir que as sete medidas de assistência económica lançadas agora vão ajudar a reduzir a carga financeira das PME, o deputado indicou que o prejuízo levado pela pandemia às empresas é imprevisível, pelo que as políticas de assistência têm de ser introduzidas e ajustadas de acordo com as situações práticas.

      O legislador recomendou ainda a implementação de medidas temporárias para as PME que receberam subsídios de operação mas acabaram por encerrar, como a prorrogação do prazo de reembolso de empréstimo e redução do valor limite mínimo de cada prestação.