Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
77 %
6.2kmh
40 %
Dom
15 °
Seg
19 °
Ter
19 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Recuperação económica será prioridade para 2022, garante Lei Wai Nong

      Recuperação económica será prioridade para 2022, garante Lei Wai Nong

      Na sexta-feira foi a vez de Lei Wai Nong, secretário para a Economia e Finanças, ir à Assembleia Legislativa (AL) fazer a apresentação das linhas governativas da sua tutela para o próximo ano. Na sessão, o secretário reiterou que, em 2022, o Governo vai focar-se na recuperação económica e no bem-estar da população. No entanto, Lei Wai Nong afastou a possibilidade de ser implementada uma nova ronda de cartões de consumo.

      Lei Wai Nong, secretário para a Economia e Finanças, esteve na sexta-feira na Assembleia Legislativa (AL) para apresentar aos deputados as Linhas de Acção Governativa (LAG) da sua tutela. O secretário reiterou aquilo que Ho Iat Seng já tinha dito, apontando a recuperação económica como foco para 2022.

      “Estamos convictos de que uma vez atenuada a situação epidémica e aumentada a taxa de vacinação, as actividades sociais, a vida dos residentes, assim como o desenvolvimento económico poderá regressar ao normal”, indicou Lei Wai Nong na sua apresentação, apontando que, apesar da queda nas receitas de jogo, o Governo “insistiu na implementação de uma série de medidas em prol do bem-estar da população com base nos mais altos padrões adoptados em 2019”.

      Lei Wai Nong afirmou, no entanto, que o encerramento de estabelecimentos é “natural” no mercado. Segundo cita a TDM-Rádio Macau, o secretário afirmou: “Há quem entre no mercado e há quem saia do mercado. Isto é tudo muito natural. O mais importante é o Governo construir bem o palco para as pessoas poderem ir actuar nesse palco. As pessoas quando exploram um negócio têm que ter em conta as suas próprias situações e ainda atender às circunstâncias”. O governante disse ainda que, uma vez controlada a epidemia, “as condições serão melhoradas e que todos poderão assim depositar a sua confiança”.

      Os deputados questionaram Lei Wai Nong sobre eventuais novas rondas do cartão de consumo, mas o secretário não se mostrou receptivo, dizendo que a medida “é só para uma situação extraordinária”. “O cartão de consumo não pode ser um plano a longo prazo porque temos que entregar o que merece ao próprio mercado e o Governo não deve intrometer-se muito no mercado. Nós temos que ver o que é que nós podemos intervir, o que é que nós não podemos intervir”, afirmou.

      Na sessão de sexta-feira, o secretário frisou que Macau deve alargar a fonte de visitantes. “Devemos ter uma atitude mais proactiva e uma maior iniciativa em captar os visitantes. Para além desta mensagem de ser uma cidade segura para o turismo, temos que proporcionar serviços mais personalizados para os nossos turistas por isso é que temos esta política de ‘turismo +’”, cita a TDM-Rádio Macau.

      “No próximo ano vamos fazer melhor para a contenção da epidemia e, assim, provavelmente vamos conseguir abrir as fronteiras e receber mais amigos do mundo fora. Agora já temos uma negociação estreita entre as três partes, interior da China, Hong Kong e Macau, pelo que estamos bastante confiantes quanto ao futuro”, anteviu o secretário.

      Na apresentação das LAG para 2022 da tutela da Economia e Finanças, Lei Wai Nong não adiantou detalhes sobre o sector do jogo, cujos contratos de concessão terminam em Junho do próximo ano. A consulta pública sobre a alteração à lei do jogo contou com uma consulta pública que se realizou em Outubro e o secretário indicou agora que se registou a participação de 400 opiniões vindas de vários quadrantes sociais.

      Na reunião de sexta-feira, o governante notou que o sector dos seguros de Macau cresceu exponencialmente desde 1999. Tai Kin Ip, director dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, também presente na sessão, revelou que as estimativas do Governo em relação aos investimentos na Reserva Financeira, de Janeiro até Outubro, apontam para receitas de 12,4 mil milhões de patacas.Na sexta-feira foi a vez de Lei Wai Nong, secretário para a Economia e Finanças, ir à Assembleia Legislativa (AL) fazer a apresentação das linhas governativas da sua tutela para o próximo ano. Na sessão, o secretário reiterou que, em 2022, o Governo vai focar-se na recuperação económica e no bem-estar da população. No entanto, Lei Wai Nong afastou a possibilidade de ser implementada uma nova ronda de cartões de consumo.