Edição do dia

Quinta-feira, 23 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
25.8 ° C
25.9 °
24.9 °
89 %
3.1kmh
40 %
Qui
26 °
Sex
26 °
Sáb
26 °
Dom
28 °
Seg
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioÁsiaQueda de guindaste numa autoestrada em construção mata 17 trabalhadores na Índia

      Queda de guindaste numa autoestrada em construção mata 17 trabalhadores na Índia

      Pelo menos 17 trabalhadores morreram ontem na queda de um guindaste numa autoestrada em construção nos arredores de Bombaim, no oeste da Índia, avançaram as autoridades.

      A grua caiu durante a madrugada, embatendo em grandes lajes de cimento e lançando destroços que mataram trabalhadores no estaleiro de obras da autoestrada Samruddhi, no estado de Maharashtra, disse a Força Nacional de Resposta a Desastres indiana (NDRF, na sigla em inglês). A NDRF confirmou que foram encontrados 17 cadáveres e que três feridos foram levados para o hospital.

      Um funcionário da NDRF, citado pela agência de notícias indiana PTI, disse que os serviços de emergência acreditam que entre três e cinco pessoas ainda estejam presas nos escombros. Imagens divulgadas pela NDRF mostram os serviços de emergência no local, repleto de vigas de metal deformadas.

      A rodovia Samruddhi, que deverá ligar Mumbai e Nagpur, faz parte de um grande plano para construir infraestrutura rodoviária na Índia, país em rápido crescimento.

      O primeiro-ministro, Narendra Modi, que deveria ontem inaugurar outros projectos de infraestrutura no mesmo estado, lamentou o acidente e ordenou que sejam pagas indemnizações no valor de 2.400 dólares às famílias de cada um dos trabalhadores mortos ou feridos. Também o chefe do governo de Maharashtra, Eknath Shinde, prometeu uma compensação no valor de seis mil dólares.

      Em Outubro, 130 pessoas morreram no estado de Gujarat, no noroeste da Índia, quando uma ponte que acabara de ser reconstruída desabou. Em 2016, o desabamento de uma ponte sobre uma rua movimentada de Calcutá matou pelo menos 26 pessoas.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau