Edição do dia

Sexta-feira, 19 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
28.3 ° C
28.9 °
26.5 °
79 %
9.3kmh
40 %
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
26 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeSegundo recorde diário de sempre com 217 mil visitantes no terceiro dia...

      Segundo recorde diário de sempre com 217 mil visitantes no terceiro dia do Ano Novo Lunar

      A semana dourada do Dragão prometia atrair muitos visitantes, e a média diária dos três primeiros dias, de cerca de 167 mil entradas, não desiludiu. Na segunda-feira, dia 12, terceiro dia do Ano Novo Lunar, mais de 217 mil pessoas entraram em Macau, ultrapassando-se assim o pico de entradas do Ano Novo Chinês de 2023. Este foi também o segundo número de visitantes mais elevado alguma vez registado, desde o recorde de 2019, de cerca de 226 mil.

       

      A directora dos Serviços de Turismo (DST) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) já tinham antecipado que estes feriados do Ano Novo Chinês iriam bater recordes, com Helena de Senna de Fernandes a avançar 120 mil como a média diária de visitantes, e de facto, os números ultrapassaram as expectativas: nos três primeiros dias do calendário lunar (10 a 12 de Fevereiro) a média diária de visitantes de Macau atingiu os 167.441, e só no terceiro dia, Macau recebeu mais de 217 mil visitantes, ultrapassando os valores diários mais elevados de 2023, e registando o segundo maior valor diário de que há registo. Este foi atingido, recorde-se, também no terceiro dia do Ano Novo Lunar, a 7 de Fevereiro de 2019, com cerca de 226 mil a virem à cidade.

      Ao todo, nestes três feriados iniciais da actual época festiva, um total de 502.324 visitantes chegaram ao território, sendo que cerca de dois terços (364.742) destes vieram do interior da China, e 103.038 de Hong Kong. Comparando a média diária de visitantes dos três dias (167.441), a DST indicou em nota que assistimos a um “significativo aumento” em relação ao mesmo período do ano passado, de 226%.

      Quanto aos hotéis, como também era esperado, a taxa média de ocupação hoteleira no período de 10 a 12 de Fevereiro atingiu os 90%, revelaram os números preliminares avançados pelas autoridades. De acordo com o comunicado da DST, parte da razão que leva a que se registe este “grande fluxo de visitantes à cidade” está relacionada com o variado “leque de eventos de grande envergadura” que, recorde-se, este ano figuram no programa das festividades nacionais de todo o país, e estão a ser promovidas pela primeira vez pelo Ministério da Cultura e Turismo da China.  O programa de festividades “Feliz Ano Novo Chinês” – a Parada, as Actividades, e o Fogo de Artifício – e outras actividades paralelas durante a semana dourada do Ano Novo Lunar estão a ser promovidas através de acções de divulgação, facto que a DST acredita aumentar a “vontade de visitar a cidade para vivenciar a diversidade de ofertas de ‘turismo +’”.

      E porque “a festa” ainda não acabou, a DST lembrou que a Parada de Celebração do Ano do Dragão, “cujas bancadas e percurso atraíram grande número de resistentes e visitantes para assistir e comemorar o Festival da Primavera”, irá desfilar uma segunda vez. O desfile adicional de carros alegóricos da parada terá lugar no oitavo dia do Ano Novo Lunar (dia 17) na zona norte, para “prolongar o ambiente festivo”. O Fogo-de-Artifício, que encheu o céu na noite de dia 12 com tons de vermelho e dourado e muito ruído, também voltará a animar os feriados derradeiros do ano novo chinês: O segundo e terceiro espectáculos pirotécnicos terão lugar esta sexta, dia 16, sétimo dia do Ano Novo Lunar e dia de “Todos os Aniversários”, e a 24 de Fevereiro, sábado, dia do Festival das Lanternas. Ambas sessões estão agendadas para começar pelas 21h na zona ribeirinha em frente à Torre de Macau.

      Ontem, até às 17h, tinham entrado no território 173.915 visitantes, um valor ligeiramente inferior ao registado à mesma hora do dia anterior, dia 13, com 178.507. No dia do pico de entradas, a 12, pelas 17h já 189.735 pessoas tinham entrado em Macau, com o registo de visitantes a subir para o número de recorde de 217.448 à meia-noite desse dia.