Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.5 ° C
23.9 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
40 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade UM acolhe alunos novos com palestras e sessões educativas  

      UM acolhe alunos novos com palestras e sessões educativas  

      Com a chegada de estudantes para do o novo ano académico 2023/2024, a Universidade de Macau (UM) organizou várias palestras e reuniões com pais e alunos, introduzindo-os ao funcionamento do campus de Hengqin. Abordaram-se os programas e organizações estudantis, os regulamentos e funcionamento geral do campus e residências, e houve ainda palestras de sensibilização para assuntos como incêndios, fraudes, ou a igualdade de género.

       

      Com o novo ano académico prestes a arrancar, a Universidade de Macau (UM) organizou várias actividades destinadas a acolher os novos estudantes no campus universitário, revelou a instituição num comunicado. Na palestra “Primeiro Passo para a UM”, representantes do Gabinete de Assuntos Estudantis, do Gabinete de Assuntos Desportivos e da União de Estudantes da Universidade de Macau apresentaram aos novos estudantes os diversos serviços estudantis da universidade, os programas de formação, as informações e instalações do campus e os regulamentos e directrizes académicas.

      A universidade convidou também a Polícia Judiciária a dar quatro palestras sobre práticas fraudulentas, e transmitir conselhos de prevenção de fraudes aos estudantes e pais presentes, a fim de os sensibilizar para a prevenção de fraudes. O Corpo de Bombeiros foi também convidado a dar duas palestras sobre segurança contra incêndios.

      Decorreram ainda uma série de outras sessões informativas, para permitir que os novos estudantes obtivessem mais informações sobre o dia-a-dia no campus, os regulamentos das residências, os serviços de assistência aos estudantes, a segurança no campus e ainda sobre a igualdade de género.

      Também houve uma reunião geral com os pais, com o objectivo de promover a cooperação entre as famílias e a instituição académica, e de aprofundar o conhecimento dos pais sobre a universidade. O reitor Yonghua Song fez uma apresentação detalhada sobre o modelo de educação da UM, e expressou a esperança de que os pais desenvolvam confiança e respeito mútuos com os seus filhos e cultivem neles “um pensamento positivo e sentido de responsabilidade, para que possam contribuir para as suas famílias, sociedade e país no futuro”. Os pais apreciaram a filosofia educativa da UM e trocaram ideias com o reitor e outros representantes departamentais para saberem mais sobre os estudos dos seus filhos e a vida no campus

      Para facilitar a chegada dos novos estudantes da China continental, a UM disponibilizou serviços de autocarros nas Portas de Corco e no posto fronteiriço de Hengqin, indicou o mesmo comunicado. O reitor Yonghua Song, o vice-reitor Mok Kai Meng e o director dos estudantes Paul Pang visitaram dez residências de alunos para dar as boas-vindas aos novos estudantes e aos seus pais durante o período de mudança.

      Partilhando alguns depoimentos de jovens que participaram nas actividades, Aidan Chen, um novo estudante da Faculdade de Artes e Humanidades e do Colégio Cheong Kun Lun, disse que foi “calorosamente acolhido” pelos estudantes de nível superior, que lhe deram informações e o ajudaram a integrar-se no colégio. Lin Pui Chan, um novo estudante da Faculdade de Administração de Empresas e do Colégio Stanley Ho East Asia, referiu que as visitas ao campus ajudaram os novos estudantes a sentirem-se mais confortáveis no novo ambiente, e que estava ansioso por desfrutar da sua vida universitária numa atmosfera “tão livre e gratificante”. Dannie Chan, um estudante do segundo ano da Faculdade de Ciências da Saúde e da Faculdade Cheng Yu Tung, disse que ajudar os novos estudantes a mudarem-se para a faculdade o fez recordar a sua experiência semelhante no ano passado, manifestando esperança de que os novos estudantes se tenham sentido “acolhidos de forma carinhosa” pela universidade.