Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
30.6 ° C
33.2 °
29.9 °
89 %
4.6kmh
40 %
Ter
31 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaIlustrações sobre cozinhar com o fogo expostas no café Voyage  

      Ilustrações sobre cozinhar com o fogo expostas no café Voyage  

       

      Foi por vontade de comer comida mais saborosa? Ou por necessidade de melhorar a qualidade de vida? O que levou a humanidade a desenvolver a cultura de cozinhar? Estas são as questões que a obra da artista local Vivian Chan pretende colocar com as suas ilustrações de cenas de culinária dos tempos pré-históricos. O fogo e a capacidade inventiva do ser humano são os temas centrais de “Suirenshi”, exposição organizada pela associação Ark que estará patente no café Voyage de 21 Junho a 12 de Julho.

       

      “Suirenshi” é o título da exposição patente no Café Voyage a partir de 21 de Junho. Da autoria da artista gráfica Vanda Chan, e organizada pela associação de arte local Ark, a mostra de ilustrações pretende dar a conhecer o trabalho da artista em torno do fogo, e a relação deste elemento com a confecção de comida ao longo da evolução da humanidade.

      Como esclarece a organização, “Suirenshi” é a figura mitológica chinesa responsável pela descoberta do método de cravar um buraco em madeira para fazer fogo, algo que “abriu a porta para o desenvolvimento da civilização humana”, e permitiu que a humanidade “inventasse uma variedade de utensílios e métodos de cozinha, recorrendo a diferentes materiais disponíveis na Terra”. A mostra de ilustrações recorre a esta figura mitológica para se debruçar sobre “a cultura de cozinhar com o fogo”, e pretende estimular os visitantes a aprender mais sobre a forma como se cozinhava antes “do advento dos aparelhos de cozinha modernos”, mostrando várias técnicas de culinária e procurando transmitir “o sentimento de busca constante de conhecimento e criatividade”.

      Patente até 12 de Julho no café do nº 31-A da Rua Padre António Roliz, na zona da Horta e Costa, a exposição de ilustrações de Vanda Chan insere-se num programa anual da associação “Ark”. Intitulado “Quinteto de Arte”, o programa está desde Maio a Setembro deste ano a fazer uma mostra do trabalho de cinco artistas locais, cujas obras foram beber inspiração aos cinco elementos – metal, madeira, água, fogo e terra. “O programa pretende dar a conhecer a criatividade variada dos artistas em relação a cada elemento através de uma multitude de materiais e interpretações”, indica a associação. O conceito dos cinco elementos é um “sistema filosófico, de ciência política”, menciona, e insere-se no Confucionismo, que “classificou todas as coisas do universo em cinco categorias baseadas nas suas características”, algo que “viria mais tarde a ser referido como os Cinco Elementos”.

      Para além de apaixonada sobre culinária, a ilustradora Vanda Chan é igualmente autora de ilustrações para crianças, e estudou na Universidade de Falmouth, em Inglaterra. Actualmente a viver em Macau, Chan diz que a sua inspiração vem principalmente da comida, e que espera no futuro “conseguir explorar a alegria da comida em todo o mundo como tema criativo”, transmitindo assim esta “alegria” para o público através da sua obra.

      Nos painéis ilustrativos que estarão expostos nas paredes do café Voyage, os visitantes poderão observar várias figuras pré-históricas a cozinhar em fornos de barro, ou manipulando diversos alimentos sobre vários tipos de fogueiras. A exposição é de entrada gratuita e pode ser visitada diariamente entre as 12 e 21 horas.