Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
30.4 ° C
30.4 °
30.4 °
78 %
6.5kmh
83 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeNúmero de turistas disparou na Semana Dourada com 134 mil entradas...

      Número de turistas disparou na Semana Dourada com 134 mil entradas registadas no domingo  

      Foram quase 134 mil turistas que entraram em Macau no passado domingo, o segundo dia da Semana Dourada de Maio. Diante o melhor número diário registado de turistas desde 2020, juntamente com 109 mil turistas no sábado e 96 mil turistas até às 17h00 de ontem, Maria Helena de Senna Fernandes, directora dos Serviços de Turismo, sublinhou que os números já ultrapassaram as expectativas. Wong Sio Chak, secretário para a Segurança, garantiu que a situação de passagem fronteiriça tem sido ordenada.

       

      O número de turistas que visitam Macau disparou durante os feriados do Dia do Trabalhador e bateu novo recorde diário de 133.911 visitantes no domingo, o segundo dia da Semana Dourada. O resultado encorajador é também considerado entre os melhores números de entrada de visitantes no território, mesmo antes do surgimento da pandemia.

      A Semana Dourada do Dia do Trabalhador começou oficialmente no passado sábado no interior da China, sendo um período tradicionalmente popular para viagens. Macau, cuja fonte turística tem sido maioritariamente da China Continental, recebeu também um impulso da recuperação turística nos últimos dias, tendo registado 109 mil turistas no dia 29 de Abril, quase 144 mil turistas no dia 30 e quase 96 mil turistas até às 17h00 do dia 1 de Maio.

      Maria Helena de Senna Fernandes, directora dos Serviços de Turismo (DST), admitiu que o número de turistas que visitam Macau durante os feriados do Dia do Trabalhador tem sido acima das expectativas do organismo. Recorde-se que a responsável tinha apontado para uma previsão de 70 mil entradas de turistas por dia.

      “Para a época pós-epidémica, este número ultrapassou a nossa expectativa. Mesmo nos modelos de estimativa de fluxo que fizemos, não esperávamos que o número atingisse tão rapidamente um nível de mais de 100 mil turistas por dia”, disse.

      Em declarações à Rádio Macau em língua chinesa, Maria Helena de Senna Fernandes disse acreditar que o registo de 133.911 turistas tem sido o pico de chegadas de turistas neste período. Adiantou ainda que a taxa de ocupação hoteleira nos primeiros dois dias dos feriados ultrapassou os 90% do total, sendo que a DST estimava uma taxa de ocupação situada entre 80% e 90%.

      Maria Helena de Senna Fernandes indicou ainda que, em geral, as excursões turísticas devem ter chegado a Macau ontem, no Dia do Trabalhador. Considerando que o número de turistas é “optimista”, a responsável notou que há um maior fluxo de pessoas nas Ruínas de São Paulo e na Rua do Cunha. É de salientar que foram adoptadas medidas de controlo de fluxo de pessoas nas Ruínas de São Paulo no período da tarde dos últimos dois dias, em resposta às multidões de visitantes na zona. Por outro lado, a directora avançou que, para já, não foi detectados guias turísticos ilegais na Semana Dourada.

      Segundo as estatísticas das entradas e saídas divulgadas pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública, as Portas do Cerco continuam a ser o posto fronteiriço mais movimentado dos últimos dias, tendo processado um total de 139 mil turistas até às 17h00 de ontem, enquanto um total de 70 mil turistas entraram em Macau através do posto fronteiriço da Ponte do Delta.

      Além de ser marcado pelo recorde de turistas, o passado domingo registou ao mesmo tempo o maior número de movimentos de pessoas na fronteira, com 574 mil entradas e saídas nos nove postos fronteiriços de Macau.

      Wong Sio Chak, secretário para a Segurança, disse que foi o número mais elevado de entradas e saídas desde a pandemia, mas assegurou que o fluxo de pessoas nas diversas zonas da cidade “está controlado”, e o posto fronteiriço de Qingmao contribuiu eficazmente para o desvio do fluxo. O governante revelou que todos os funcionários da sua tutela cancelaram as folgas para manter a ordem da cidade em resposta à Semana Dourada, reforçando também a fiscalização da situação de contrabando.