Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeEscola Internacional de Macau enfatiza importância de actividades extracurriculares  

      Escola Internacional de Macau enfatiza importância de actividades extracurriculares  

      A escola defende que essa componente é uma “oportunidade única” das crianças e jovens explorarem os seus interesses, bem como descobrirem novos talentos “enquanto desenvolvem habilidades essenciais para o crescimento pessoal”. A ideia, acrescenta o TIS, passa por “desenvolver pessoas socialmente responsáveis, capazes de resolver problemas, pensar criticamente e fazer mudanças positivas na comunidade”.

       

      Numa altura em que tanto se fala sobre o excesso de actividades curriculares, em que após a escola as crianças e jovens de Macau são ainda sujeitas não só aos habituais trabalhos de casa, mas também a horas intermináveis em centros de estudo e explicações, a Escola Internacional de Macau (TIS) veio publicamente defender a importância de uma educação holística, bem como uma maior diversificação das actividades extracurriculares.

      Num comunicado de imprensa enviado às redacções, a escola canadiana situada dentro do complexo da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST) acredita “na nutrição do desenvolvimento intelectual, físico, emocional, artístico e social dos alunos”.

      Essa abordagem, considera a TIS, é “altamente integrada e permite que os alunos encontrem os seus propósitos, bem como se tornem futuros líderes com iniciativa de fazer mudanças significativas em todo o mundo”.

      A TIS, que segue o currículo educativo de Alberta, uma província do Canadá, aposta forte nas actividades extracurriculares que considera “vitais para dar vida a toda uma experiência educacional”. “O objectivo dessas actividades passa por desempenhar um papel de apoio à missão da TIS de desenvolver indivíduos socialmente responsáveis, capazes de resolver problemas, pensar criticamente e fazer mudanças positivas na comunidade”, considerou Tarran Goodwin, responsável pelo programa de actividades extracurriculares da escola.

      A educação holística, que a TIS escolhe seguir como pedagogia de ensino, visa contribuir para a educação formal lançando bases para privilegiar outros referenciais de educação, mais preocupados com a formação do cidadão, protagonista em questões sociais e ambientais no seu entorno, defendem diversos académicos.

      No que à TIS diz respeito, o programa de actividades contempla actividades “tão diversas” quanto atletismo, natação, taekwondo, tiro com arco, golfe, pintura chinesa, caligrafia, música, dança, voluntariado, entre muitas outras opções. São mais de 100 actividades à escolha dos alunos da instituição que procuram trazer “empreendedorismo” a cada um dos interessados. “Permite que desenvolvam habilidades que serão fundamentais ao longo das suas vidas. Os alunos podem melhorar a sua auto-estima, aprimorar as suas habilidades de comunicação, aumentar o seu desempenho académico, formar conexões e oportunidades sociais com a comunidade em geral”, sublinha a escola no mesmo comunicado, ao mesmo tempo que acrescenta que “também cria espaço para os jovens mostrarem habilidades de liderança e ganhem experiência de vida real fora da sala de aula”. “O meu propósito é continuar a expandir o programa de actividades extracurriculares, explorando diferentes opções e únicas através de um maior envolvimento com a comunidade local. Acredito que colaborar com diversos especialistas aprimorará ainda mais as nossas ofertas que, certamente, beneficiarão toda a TIS”, considerou ainda Tarran Goodwin.