Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
aguaceiros fracos
26.9 ° C
26.9 °
26.9 °
83 %
2.1kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
26 °
Sex
27 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeARTM promove caminhada para celebrar Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico...

      ARTM promove caminhada para celebrar Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas

      A iniciativa terá lugar no próximo dia 26 de Junho no Parque Natural da Barragem de Hac Sá, em Coloane, e visa promover a saúde, o espírito de equipa, bem como dizer não às drogas e contribuir para uma comunidade livre de estupefacientes. Há dois tipos de actividades preparadas, mas o importante será aumentar a consciencialização da população sobre o trabalho da associação contra as drogas, bem como promover o tema da ONU sobre o assunto para este ano.

       

      No sentido de consciencializar a população sobre o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, a Associação de Reabilitação de Toxicodependentes de Macau (ARTM) organiza, juntamente com o Lions Club de Macau Central e o Marathon Promotion Club, a sua primeira beneficente para promover a saúde, o espírito de equipa, bem como dizer não às drogas e contribuir para uma comunidade livre de estupefacientes.

      “Caminhada com um propósito” é o mote lançado pela ARTM para a actividade que terá lugar no próximo dia 26 de Junho, domingo, no Parque Natural da Barragem de Hac Sá, em Coloane, que consiste em duas provas de caminhada/corrida, a primeira individual com 10 quilómetros, cujo registo, depois de inscrição prévia, terá de ser realizada no próprio dia pelas 6h30, com a prova a começar uma hora depois; e a segunda, um evento de grupo/família de cinco quilómetros, com registo às 8h30 e início também uma hora depois.

      “Teremos prémios para os vencedores e medalhas para todos os participantes. Forneceremos ainda camisolas especiais com o slogan do UNODC para 2022, além disso, durante o evento teremos exercícios saudáveis, informações sobre drogas e muita diversão”, referiu ao PONTO FINAL o presidente da ARTM, Augusto Nogueira, que ainda pediu à população que adira ao evento “significativo” no combate às drogas.

      Este ano o tema do Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas é “Enfrentando os Desafios das Drogas na Saúde e Crise Humanitária” (#CareInCrises). “Acreditamos que é um bom tema devido às circunstâncias criadas pela Covid-19, não porque apenas tivemos que enfrentar todos os desafios para continuar a prestar serviços à comunidade como prevenção, tratamento e redução de danos, mas também a crise humanitária que levou ao desemprego, à depressão, ao suicídio e ao aumento do tráfico de drogas entre os mais vulneráveis”, notou Augusto Nogueira, referindo ainda que a ARTM acredita que Macau “pode ser um bom exemplo de como todos os serviços foram capazes de continuar as suas operações e apoiar os necessitados” em tempos difíceis.

      Quem estiver interessado em participar no evento promovido pela ARTM, basta efectuar a inscrição em https://1ticks.com/event/charityhike.

      Recorde-se que, recentemente, o Instituto de Acção Social (IAS) revelou, à margem de um colóquio sobre a prevenção e o tratamento do abuso de drogas e cerimónia de abertura das actividades alusivas ao Dia Internacional contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, que o organismo está preocupado com o problema da toxicodependência oculta em Macau. Ao mesmo tempo, o Sistema do Registo Central dos Toxicodependentes de Macau é revelador: Macau registou um ligeiro aumento no número de toxicodependentes em 2021 – 231 toxicodependentes –, na ordem dos 5,5% numa base anual, acrescentou, ainda, o chefe do departamento de Prevenção e Controlo da Toxicodependência do IAS. “Em comparação com os últimos cinco anos, o número global de casos comunicados estava a diminuir, com uma pequena percentagem de jovens, mas o problema da toxicodependência oculta continuou, com mais de 70% dos casos a ocorrerem em casas ou hotéis”, notou Cheang Io Tat.

       

      PONTO FINAL