Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Alunos e professores da Universidade de Pequim participaram no Campo de Verão...

      Alunos e professores da Universidade de Pequim participaram no Campo de Verão do IPM

      Uma delegação da Faculdade de Línguas Estrangeiras da Universidade de Pequim participou no Campo de Verão de Estudos “Um País, Dois Sistemas”, organizado pelo Instituto Politécnico de Macau (IPM), que decorreu entre os dias 18 e 23 de Julho.

      A delegação de Pequim assistiu a seminários práticos relativos sob o tema “seguir o caminho de integração sino-ocidental, e explorar a história do sistema ‘Um País, Dois Sistemas’, a fim de investigar a implementação com sucesso do princípio”.

      Segundo uma nota divulgada pelo IPIM, durante a actividade, “os alunos e professores da Universidade de Pequim tiveram a oportunidade de visitar a comunidade para explorar a implementação concreta do princípio ‘Um País, Dois Sistemas’ em Macau e sentir os valores fundamentais do ‘amor pela pátria e por Macau’”. Assim, “puderam constatar pessoalmente a prosperidade e o desenvolvimento da RAEM após o retorno de Macau à pátria, compreender a filosofia administrativa de Macau nos assuntos relacionados com a integração das culturas chinesa e ocidental e a manutenção de uma sociedade com harmonia e estabilidade, sendo esta uma forma eficaz de combinar o ensino profissional com o ensino teórico centrado na política, com vista a concretizar uma ampla formação a todos os quadros e alunos, em todo o processo e em todos os aspectos”.

      O IPIM assinala também que, durante o Campo de Verão, a delegação da Universidade de Pequim visitou os monumentos que constam na Lista do Património Mundial de Macau, incluindo a Galeria Comemorativa da Lei Básica de Macau, o Museu das Ofertas sobre a Transferência de Soberania de Macau, as Ruínas de S. Paulo, o Templo de A-Má e a Casa do Mandarim, por exemplo.

      O IPM quis, com este evento, “reforçar o intercâmbio e a cooperação entre Macau e Pequim na área do ensino superior”.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau