Edição do dia

Quarta-feira, 19 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
29 ° C
29.9 °
28.9 °
94 %
3.6kmh
20 %
Ter
29 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More

      NAVEGAR É PRECISO

       

      https://www.revistas.usp.br/viaatlantica/

                   Via Atlântica é uma revista semestral publicada pelo Programa de Pós-Graduação de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa da Universidade de São Paulo. Nas suas páginas disponibilizam-se os resultados de estudos e investigações assinadas por especialistas em diferentes áreas, sempre cruzando a literatura e as suas várias expressões, a língua portuguesa nas suas múltiplas variantes e a relação destas com outras áreas do saber. No último número, a revista dedica o seu dossier central à intersecção dos temas colonialismo/orientalismo, reunindo estudos sobre assuntos tão diversos como o romantismo literário, a presença portuguesa na Índia, os processos de missionação e os seus impactos, a poesia de Ruy Cinatti, a obra de Ruy Duarte de Carvalho ou a África do Sul vista por J. M. Coetzee.

      Nesse dossier, um dos textos vem assinado por Jiayi Yuan. «Figuras da China e de Macau entre duas navegações portuguesas do século XX: consolidação e desconstrução» parte das obras O Caminho do Oriente, de Jaime do Inso, e Nocturno em Macau, de Maria Ondina Braga, para analisar as mudanças na posição assumida pelos portugueses relativamente à China numa altura em que o projecto imperial português já mostrava a sua inexorável decadência: «Tendo como corpus O caminho do Oriente e Nocturno em Macau, num horizonte comparado, este trabalho visa refletir sobre a consolidação e a desconstrução das figuras estereotipadas da China e de Macau manifestadas nessas duas narrativas de língua portuguesa relacionadas a Macau. Como análise, vamos tentar encontrar respostas para as seguintes questões: Quais são os propósitos de criação dos autores? Como se caracterizam o Oriente, a China e Macau nas duas obras, respetivamente; e quais são as mudanças nelas manifestadas?» Este e todos os outros textos da Via Atlântica são de leitura livre e podem ser lidos ou descarregados no site da revista.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau