Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
24.9 ° C
24.9 °
24.9 °
94 %
5.1kmh
20 %
Sáb
26 °
Dom
26 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeRecrutamento para Hospital das Ilhas recebeu candidaturas de 4.481 profissionais de saúde

      Recrutamento para Hospital das Ilhas recebeu candidaturas de 4.481 profissionais de saúde

      O deputado Zheng Anting está alarmado com a falta de médicos especializados e profissionais de saúde em Macau. Satisfeito com os resultados do concurso de recrutamento para o Hospital das Ilhas, o director-substituto dos SSM, Cheang Seng Ip, revelou que foram recebidas 4.481 candidaturas. Este lembrou ainda que no fim do ano passado abriram 60 vagas para formação em especialidades diferentes, e também se aumentou a capacidade nos dois cursos superiores de enfermagem do território em 300 vagas.

       

      O Hospital Macau Union começou este mês a receber casos encaminhados pelos Serviços de Saúde, realizando sucessivamente os exames de especialidade, iniciando em Maio os serviços de consultas externas de especialidade. Alarmado com a actual sobrecarga do pessoal dos serviços de saúde e forte afluência da população aos centros de saúde e hospitais da cidade, Zheng Anting, deputado da Aliança do Sustento e Economia de Macau ligada à comunidade de Jiangmen, interpelou as autoridades sobre o andamento do processo de recrutamento e formação de mais profissionais de saúde.

      O deputado referiu que segundo alguns residentes, com a prevalência de várias doenças infecciosas como a gripe, tem havido um aumento do número de doentes nas urgências de vários hospitais, e “como o actual número de profissionais de saúde é insuficiente para lidar com a situação, o tempo de espera é muito mais longo”. Os serviços de urgência do Centro Médico de Macau do Peking Union Medical College Hospital, que entraram em funcionamento, a título experimental, no final do ano passado, “deparam-se com a mesma situação”, alertou.

      Nesse sentido, o deputado quis averiguar como está a decorrer o recrutamento de pessoal para aquele novo hospital.  Em resposta, o director-substituto dos Serviços de Saúde (SSM), Cheang Seng Ip, esclareceu que a lista de classificação final da primeira fase de recrutamento foi publicada em Janeiro deste ano, com alguns trabalhadores a iniciarem funções no mês em curso. Entretanto, a segunda fase de recrutamento, contou com uma “participação activa”, com 4.481 profissionais de saúde a submeterem as suas candidaturas. A entrevista profissional está prevista para decorrer também neste mês, acrescentou ainda Cheang Seng Ip. A próxima fase de selecção irá decorrer na normalidade do andamento da análise curricular de cada posto de trabalho, indicou também o mesmo responsável dos SSM.

      Paralelamente, os actuais especialistas de saúde do Hospital das Ilhas acreditados em Macau estão focados nos “diversos trabalhos preparatórios” do complexo hospitalar. No futuro, poderá ser destacado mais pessoal para Macau “a fim de garantir que os trabalhos decorram sem sobressaltos”, prometeu o director-substituto, procurando assegurar o deputado que, na sua interpelação, se mostrou preocupado com a enorme necessidade de recursos humanos para o funcionamento do Centro Médico de Macau do Peking Union Medical College Hospital.

       

      300 VAGAS PARA ALUNOS DE ENFERMAGEM

       

      Na mesma interpelação, Zheng Anting quis ainda saber se estão previstos programas concretos de formação “de alto nível e diversificados” para os médicos da RAEM, e se existem mecanismos de cooperação com instituições médicas de topo do interior da China. O dirigente dos SSM indicou que o Governo da RAEM iniciou, em Dezembro de 2023, o primeiro concurso de avaliação de competências integradas médicas em formação médica especializada, disponibilizando mais de 60 vagas para a formação de médicos especialistas.

      Relativamente à formação de pessoal de enfermagem nos dois cursos do território, o número de vagas nas turmas dos alunos de enfermagem aumentaram para 300. Quanto a parcerias, há vários anos que o hospital público de Hong Kong fornece oportunidades de formação especializada aos profissionais de saúde de Macau. Recentemente, coordenou-se com o Primeiro Hospital da Universidade de Pequim a primeira consulta conjunta colegial online em medicina interna, acrescentou o mesmo responsável.

      O deputado também quis obter esclarecimentos sobre as bolsas de estudo do ensino superior e estratégias de divulgação sobre cursos de especialização em áreas que necessitem de mais profissionais. Cheang Seng Ip referiu que a Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ) tem levado a cabo diversas campanhas educativas nas escolas sobre o prosseguimento de estudos e o planeamento da carreira, onde se aborda concretamente a lista de funções especializadas que actualmente têm escassez de recursos humanos em Macau, lista que foi elaborada pela Comissão de Desenvolvimento de Quadros Qualificados.

      Quanto às bolsas, o Fundo Educativo procede anualmente à revisão e ajustamento das vagas nas diversas áreas de especialização, sendo que no ano lectivo de 2023/2024 foram acrescentadas às referidas bolsas várias especialidades relacionadas com a indústria de ‘Big Health’, por exemplo, engenharia farmacêutica, administração medicinal e farmacologia, entre outras.