Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
77 %
6.2kmh
40 %
Dom
15 °
Seg
19 °
Ter
19 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Ásia Pelo menos 10 mortos e dezenas de milhares de afectados após chuvas...

      Pelo menos 10 mortos e dezenas de milhares de afectados após chuvas no Sul da Índia

       

      Pelo menos 10 pessoas morreram e dezenas de milhares foram afectadas pelas fortes chuvas dos últimos dias no estado de Tamil Nadu, no Sul da Índia, enquanto prosseguem as operações de resgate.

      No período de cerca de 30 horas, entre sábado e segunda-feira, partes do estado do Sul receberam quase 116 centímetros de chuva por metro quadrado, um recorde para esta época do ano destacado pelo ministro regional da Indústria, Thalikottai Rasuthevar Baalu Rajaa, na rede social rede X.

      “Dez pessoas morreram nos distritos de Tirunelveli e Tuticorin devido às chuvas. Embora a maioria das pessoas tenha morrido devido ao colapso dos muros, algumas morreram electrocutadas”, acrescentou o secretário-chefe de Tamil Nadu, Shiv Das Meena.

      Já segundo o chefe de governo da região, Muthuvel Karunanidhi Stalin, cerca de 400 mil pessoas em Tirunelveli e Tuticorin foram “seriamente afectadas”.

      Esta situação já motivou um pedido urgente ao primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, para que o governo liberte urgentemente cerca de 240 milhões de dólares para reforçar os esforços de reconstrução.

      Embora as chuvas tenham dado um alívio à região nos últimos dois dias, a Força Nacional de Resposta a Desastres (NDRF) informou que as operações de resgate continuam em diversas áreas, incluindo a retirada de 650 passageiros de um comboio que ficou paralisado pelas inundações em Srivaikundam.

      As fortes chuvas do fim-de-semana ocorreram apenas duas semanas depois do ciclone Michaung ter deixado pelo menos 14 mortos e danos significativos em Tamil Nadu, especialmente na cidade de Chennai.

      Esta situação já motivou críticas às falhas de infraestrutura e à falta de preparação por parte das autoridades.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau