Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
16.9 °
16.9 °
82 %
3.1kmh
40 %
Qua
18 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Galaxy apresenta projectos de expansão com vista a ser referência cultural e...

      Galaxy apresenta projectos de expansão com vista a ser referência cultural e de entretenimento

      A Galaxy Entertainment Group apresentou ontem oficialmente a Fase 3 de expansão do seu ‘resort’, que inclui, por exemplo, um centro de convenções, uma arena e dois hotéis: Andaz e Raffles. O grupo diz que esta é uma nova referência cultural e de entretenimento de Macau.

       

       

      Foram apresentados ontem oficialmente os projectos pertencentes à Fase 3 da expansão do ‘resort’ do Galaxy Entertainment Group. Entre eles, está o centro de convenções, uma arena e os hotéis Raffles e Andaz. Com estas adições, o grupo diz querer tornar-se numa “referência cultural e de entretenimento” na região.

      Com enfoque nos elementos não relacionados com o jogo, os projectos da Fase 3 do Galaxy Macau incluem, então, o Galaxy International Convention Center, que oferece 40.000 metros quadrados de espaço para convenções e reuniões, e a Galaxy Arena, com capacidade para 16.000 lugares. Desde o início das operações, este ano, estes dois espaços para MICE e entretenimento, juntamente com outros espaços do GEG, acolheram mais de 220 eventos “que tiveram repercussão junto de turistas e residentes de todo o mundo”, indica a Galaxy no comunicado.

      Para além disso, a Fase 3 acrescenta duas marcas de hotéis de renome internacional à oferta de Macau: o Andaz Macau, um hotel “vibrante que celebra a arte e a cultura locais”, e o Raffles at Galaxy Macau, o maior Raffles all-suite do mundo. No seu conjunto, estes dois hotéis oferecem mais de 1.100 quartos. “Estes projectos destinam-se a expandir a demografia turística, a consolidar a posição estratégica de Macau como ‘um centro, uma plataforma, uma base’ e a promover a diversificação económica de Macau”, aponta o grupo.

      A Galaxy já pensa na Fase 4 de expansão, planeando a construção de novas infraestruturas, novos projectos de restauração e retalho, produtos não-jogo, paisagens, um ‘deck’ aquático e uma nova sala de espectáculos com 4.000 lugares.

      Na apresentação desta Fase 3, Lui Che Woo, presidente do grupo, afirmou que estes projectos de expansão também estão em conformidade com a política do Governo de Macau, “que nos convida a promover o desenvolvimento de qualidade das exposições e convenções, em combinação com o comércio e o estabelecimento de Macau como uma ‘cidade das artes do espetáculo’ e uma ‘cidade do desporto'”. “A Fase 3 é também um testemunho do sucesso da implementação do modelo do MICEE que propus há anos. Com este conceito ‘MICE + Entretenimento’ a evoluir para novos estabelecimentos e oportunidades que contribuem para o sucesso do GEG e de Macau, esperamos apoiar o progresso da indústria integrada de turismo e lazer e partilhar os resultados frutuosos da diversificação económica de Macau com todos os sectores da comunidade”, afirmou o presidente do grupo, citado na nota de imprensa.

      Francis Lui, vice-presidente do Galaxy Entertainment Group, assinalou que, “sob a liderança e apoio do Governo da RAEM, o GEG continua a avançar num ambiente estável e a aproveitar proactivamente as oportunidades decorrentes da recuperação pós-pandemia”. “Estamos a concentrar-nos no desenvolvimento de actividades não relacionadas com o jogo nos projectos da Fase 3, em resposta às mudanças na demografia dos turistas e nos padrões de consumo”, disse, salientando: “Continuaremos a avançar, a estabelecer novos padrões de referência e a procurar a excelência para o desenvolvimento global da indústria integrada do turismo e do lazer”.