Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
16.9 °
15.9 °
82 %
5.1kmh
40 %
Qua
19 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Rita Santos recorda conquistas e amizades da ATFPM no habitual jantar de...

      Rita Santos recorda conquistas e amizades da ATFPM no habitual jantar de natal

      Mais de mil convivas juntaram-se na Festa de Natal da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau (ATFPM) que teve lugar no passado sábado na Torre de Macau. Perante diversos dignatários e sócios, a presidente da mesa da Assembleia geral, Rita Santos, recordou os 36 anos de serviço daquela associação aos trabalhadores da cidade e as várias amizades forjadas.

       

      Começando por explicar que em 2022 não foi possível organizar a Festa de Natal da Associação dos Trabalhadores de Função Pública de Macau (ATFPM) devido às restrições da pandemia, Rita Santos, no seu discurso de boas vindas no passado sábado, louvou a presença e apoio de mais de mil “sócios, familiares e amigos” e de “ilustres convidados e colaboradores” de entidades administrativas e governamentais, associações e representantes de países de língua portuguesa.

      “A Festa de Natal é um evento em que toda gente se reúne, de modo a trocar opiniões, aprofundar os conhecimentos recíprocos e aumentar as nossas relações de amizade”, destacou a presidente da mesa da assembleia geral.

      Ao longo deste ano, a ATFPM prestou assistência a mais de 15 mil pessoas, já que mesmo apesar da retoma económica e do fim da epidemia, “muitos cidadãos de Macau continuam a enfrentar dificuldades de emprego, e outros lutam com dificuldades financeiras derivadas da inflação, taxas de juro elevadas e aumento dos preços dos bens essenciais”, lembrou. Das conquistas conseguidas pelos deputados ligados à associação, a responsável quis destacar a aprovação da proposta de actualização salarial de 3 pontos de índice por parte do Chefe do Executivo nas últimas Leis de Acção Governativa. Rita Santos recordou ainda que, “graças à persistência e ao trabalho árduo dos dois deputados, o Governo da RAEM continuará a distribuir 7 mil patacas em pagamentos à previdência central não obrigatória em 2024”.

      A ocasião também foi o momento oportuno para a representante da ATFPM agradecer o apoio dos sócios. Estes aumentaram em número de mil em 1987 para 18.900 em 2023, referiu. Ao longo dos 24 anos do estabelecimento da RAEM, Rita Santos recordou que mais de 100 mil sócios e seus familiares foram atendidos diariamente pelos funcionários da associação, acompanhando-os na resolução de problemas de “saúde, transporte, habitação, relações laborais no sector privado”, e também outras situações que afectaram funcionários públicos, como a “avaliação de desempenho, tratamento de injustiças, perseguição, promoção, dificuldade de sobrevivência após aposentação e respectiva reivindicação do subsídio de residência”.

      A presidente da Assembleia Geral da ATFPM quis ainda recordar as boas relações com o Gabinete de Ligação do Governo Central da República Popular da China, com os diversos serviços do Governo da RAEM, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau e os consulados-gerais de Portugal, Filipinas, Moçambique, Angola e Nepal. Esta louvou ainda as boas relações com os delegados dos nove países de língua Portuguesa e associações de matriz portuguesa.