Edição do dia

Quarta-feira, 19 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
30.9 ° C
32.9 °
30.9 °
84 %
5.1kmh
40 %
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °
Dom
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadePós-graduados da UPM visitam sede da Huawei em Shenzhen em intercâmbio na...

      Pós-graduados da UPM visitam sede da Huawei em Shenzhen em intercâmbio na Universidade Tsinghua

      Um grupo de 20 estudantes de pós-graduação da Universidade Politécnica de Macau (UPM) visitaram a Escola Internacional de Pós-Graduação de Shenzhen da Universidade Tsinghua, participando num seminário com os professores e alunos da universidade. Durante este intercâmbio, os estudantes da UPM também puderam visitar a sede da empresa multinacional de tecnologia Huawei, entre outras empresas pioneiras de inovação tecnológica, e que desenvolvem produtos de marca e elevada qualidade em Shenzhen.

      Na cerimónia de recepção ao estudo interdisciplinar intitulado “Estudar Profundamente em Tsinghua para Inovar em Conjunto o Futuro”, o secretário do comité do partido comunista chinês da Universidade Tsinghua, Wu Xiaofeng, deu as boas-vindas ao grupo de estudantes da UPM, expressando o seu desejo de que o encontro reforce a cooperação na investigação científica e inovação interdisciplinar de alta tecnologia entre as duas instituições universitárias.

      Por seu turno, o director (substituto) da Faculdade de Ciências Aplicadas da UPM, Lam Chan Tong, referiu no seu discurso que esta iniciativa proporciona uma plataforma valiosa de desenvolvimento para que os estudantes de pós-graduação possam interagir activamente com académicos e especialistas de diferentes áreas, e empresários da Zona da Grande Baía, alargando assim os seus horizontes, fortalecendo os seus conhecimentos e inspirando os seus pensamentos”.

      Revelando que a visita lhes permitiu “conhecer a aplicação e o desenvolvimento das tecnologias de ponta”, e “testemunhar um novo patamar da modernização do País”, os estudantes participantes acrescentaram ainda que trocaram opiniões com os docentes e alunos sobre “o impacto e os desafios que a investigação científica inovadora e as novas e altas tecnologias trazem à sociedade no futuro”.

      A Divisão de Assuntos de Estudantes da UPM, entidade organizadora deste evento, indicou no mesmo comunicado que tem vindo a reforçar a cooperação com instituições do ensino superior e empresas do Interior da China, bem como a organizar, apoiar e incentivar os alunos a participarem em diferentes tipos de actividades de intercâmbio, visitas e cooperação com o exterior.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau