Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeDSAT estuda criação da aplicação de telemóvel para pagamento de parquímetros

      DSAT estuda criação da aplicação de telemóvel para pagamento de parquímetros

      Após a abolição do pagamento dos parquímetros em moedas, poderão surgir mais meios de pagamento electrónico para as tarifas de estacionamento, como uma aplicação móvel, que permitirá aos cidadãos pagar o estacionamento à distância. Lam Hin San, director dos Serviços para os Assuntos de Tráfego, asseguroutambém que continua a promover o pagamento electrónico sem contacto nos parques de estacionamento públicos.

      A Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) diz que vai introduzir, no futuro, mais medidas para facilitar a vida dos residentes no que toca ao pagamento de tarifas de estacionamento nas vias públicas, revelando que vai estudar a possibilidade de lançar uma aplicação de telemóvel para o pagamento à distância dos parquímetros.

      Em resposta a uma interpelação escrita apresentada pelo deputado Lam Lon Wai, o organismo disse que vai ponderar a adopção de mais formas de pagamento, “sob o princípio de garantir a utilização imparcial dos parquímetros”, apesar de a Assembleia Legislativa ter aprovado, em Abril, uma nova lei que abole o pagamento nos parquímetros em moedas, fazendo com que as tarifas de estacionamento na via pública apenas possam ser pagas através de meios electrónicos.

      “Com o intuito de criar condições para facilitar o pagamento das deslocações, a AMCM [Autoridade Monetária de Macau] promove a optimização contínua dos serviços de pagamento prestados pelas instituições financeiras”, começou por salientar Lam Hin San, director da DSAT.

      O responsável afirmou que a AMCM não só disponibiliza os serviços de “Simple Pay” nas caixas de pagamento e nos acessos de entrada e saída de auto-silo, mas também exigiu às instituições financeiras que procedam à coordenação e à organização de acordo com a actualização do sistema do estacionamento público, incluindo auto-silos públicos e parquímetros, de modo a “alargar ainda mais o cenário de aceitação e facilitar o pagamento das deslocações dos residentes e turistas”.

      Na sua interpelação, o deputado Lam Lon Wai mostrou-se preocupado face aos serviços de parques de estacionamento público e de lugares com parquímetros nas vias públicas.“Muitos residentes queixam-se de falhas no pagamento electrónico, na incapacidade de identificação, de atrasos na reacção dos aparelhos, e até de casos em que não é mesmo possível efectuar o pagamento online”, alertou o legislador, pedindo melhorias no respectivo sistema de gestão e fiscalização. Lam Lon Wai quer ainda que o Governo desenvolva um serviço de pagamento online das tarifas de estacionamento, como em Hong Kong.

      Neste caso, segundo Lam Hin San, o contrato com a actual companhia de parquímetros vai terminar em Abril do próximo ano, estando a DSAT a realizar os trabalhos preparativos para a criação das medidas para pagamento de tecnologia inteligente. O responsável espera que os utilizadores assumam a responsabilidade de pagamento pontual das tarifas.

      Relativamente ao pagamento sem contacto em pelos menos 50 auto-silos no território, a DSAT frisou que irá continuar a promover a função de pagamento electrónico nolocal, nomeadamente, a introdução do pagamento electrónico sem contacto e do pagamento por código QR. “Para as situações anómalas de pagamento involuntário dos parques de estacionamento público, já exigimos às empresas de gestão de auto-silos o reforço dos trabalhos de manutenção e reparação dos equipamentos incluindo a optimização da função de identificação de chapas de matrícula, a fim de evitar a ocorrência de situações anómalas”, assegurou.