Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
31.7 ° C
34.8 °
30.9 °
89 %
5.1kmh
40 %
Ter
32 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaChefe do Executivo reitera compromisso com a Grande Baía

      Chefe do Executivo reitera compromisso com a Grande Baía

      Ho Iat seng participou na Conferência Global de Promoção do Investimento para a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau 2022, e assegurou que o Governo de Macau está comprometido com o projecto da Grande Baía. O Chefe do Executivo assegurou que a RAEM irá aproveitar "plenamente" as vantagens do projecto.

      O Chefe do Executivo participou, através de um discurso por vídeo, na na Conferência Global de Promoção do Investimento para a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau 2022. Na ocasião, Ho Iat Seng indicou que a construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin é um dos focos de Macau no âmbito da participação no desenvolvimento da Zona de Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

      Ho Iat Seng assegurou que “Macau irá aproveitar plenamente as vantagens de inovação, mantendo a comunicação estreita e colaboração com o Governo da Província de Guangdong, a fim de acelerar de forma pragmática a construção da Zona de Cooperação Aprofundada”.

      No discurso, o líder do Governo de Macau disse que a região irá explorar o mercado dos países lusófonos e salientou que irá “consolidar, de forma acentuada, o ‘soft power’ da cultura, desenvolver, de modo empenhado, a função da Base de intercâmbio e cooperação para a promoção da coexistência multicultural, com predominância da cultura chinesa e aprofundar, continuadamente, o intercâmbio e cooperação entre a Zona de Grande Baía e os Países de Língua Portuguesa, no sentido de promover o intercâmbio humanista a nível internacional”.

      Ho frisou também que o Executivo “está a acelerar a promoção da retoma da economia local, tendo em conta os objectivos traçados no âmbito da construção de Macau num Centro Mundial de Turismo de Lazer” e, por outro lado, “continuará a impulsionar o desenvolvimento das quatro indústrias” –  a big health, financeira moderna, tecnologia de ponta, de convenções e exposições e comercial e as indústrias cultural e desportiva.

      “Macau encontra-se a executar, de forma pragmática, os trabalhos de captação de investimento, tendo em conta as políticas de desenvolvimento diversificado e adequado de 1+4, criar, permanentemente, oportunidades para o investimento e desenvolvimento e promover o desenvolvimento baseado no benefício mútuo”, afirmou.

      Concluindo a sua intervenção, Ho Iat Seng convidou ainda “todas as empresas de excelência e de qualidade” a instalarem-se a Macau, a participarem na construção da Zona de Cooperação Aprofundada e a partilharem dos seus benefícios.

      O Chefe do Executivo mostrou-se certo de que, “com o esforço de todas as partes na promoção do desenvolvimento de qualidade da construção da Zona de Grande Baía, poder-se-á, decerto, acelerar a conjuntura do desenvolvimento, que tem o mercado interno como base e que permite que os mercados interno e externo se promovam mutuamente e contribuam para a concretização da grande revitalização da nação chinesa”.