Edição do dia

Sábado, 25 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.4 ° C
28.2 °
25.9 °
94 %
4.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
26 °
Seg
27 °
Ter
29 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaLei Wai Nong diz que Governo tem defendido direitos e interesses dos...

      Lei Wai Nong diz que Governo tem defendido direitos e interesses dos trabalhadores

      O secretário para a Economia e Finanças esteve ontem nas celebrações do Dia do Trabalhador organizadas pela Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) e garantiu que o Governo tem defendido os direitos e interesses dos trabalhadores.

      “A relação de trabalho é uma relação fundamental na sociedade, pelo que o Governo da RAEM tem estado muito atento à defesa dos direitos e interesses fundamentais dos trabalhadores, com vista à promoção de uma relação laboral harmoniosa”, afirmou Lei Wai Nong, acrescentando que “o Governo da RAEM continuará a empenhar-se na criação e estabilização de emprego, no aperfeiçoamento das regalias dos trabalhadores, bem como no alargamento da protecção dos direitos e interesses laborais”.

      Lei Wai Nong também disse que, “paralelamente, será intensificada constantemente a cooperação com as instituições associativas e as empresas, no sentido de se proporcionar serviços de apoio ao emprego mais adequados, assegurando o acesso prioritário dos residentes ao emprego”.

      No discurso por ocasião do 1.º de Maio, Lei Wai Nong aproveitou para, em nome do Governo, agradecer aos trabalhadores da região, “contribuindo para o desenvolvimento da RAEM”.

      O governante admitiu as dificuldades sentidas pelos trabalhadores durante os três anos de restrições impostas pelo Executivo no âmbito da pandemia: “Ao longo dos últimos três anos, encarámos conjuntamente os graves impactos da epidemia causada pelo novo tipo de coronavírus e enfrentámos de mãos dadas os mais severos desafios da desaceleração económica, tendo os sectores deparado com dificuldades e pressões sem precedentes”.

      Lei Wai Nong assinalou que o pior já passou e “actualmente a situação socioeconómica de Macau está a regressar gradualmente à sua trajectória normal, com uma tendência positiva de desenvolvimento”. “Estou convicto de que o futuro de Macau será melhor desde que todos os sectores da sociedade trabalhem em conjunto”, afirmou.