Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeEnvelhecimento da população e aumento de doentes crónicos preocupam autoridades

      Envelhecimento da população e aumento de doentes crónicos preocupam autoridades

      Covid-19

      A secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Elsie Ao Ieong, constatou o óbvio: o envelhecimento da população aumentou o número de doentes crónicos no território, o que faz aumentar o risco de mortalidade entre os idosos em caso de infecção por SARS-Cov-2. A afirmação foi feita durante areunião de trabalho da Comissão de Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas no passado dia 8 de Novembro, mas apenas anunciada ontem, em comunicado de imprensa, pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

      No seu discurso durante a reunião de trabalho da Comissão de Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas, presidida por si, Elsie Ao Ieong referiu que as doenças crónicas são as principais doenças que afectam a saúde e a vida dos residentes de Macau, e devido ao contínuo envelhecimento da população em Macau, o número de doentes crónicos está a aumentar. “Em situação pandémica, muitos estudos descobriram que os doentes com doenças crónicas correm maior risco de serem infectados pelo SARS-CoV-2 e que as doenças, após a infecção, desenvolvem-se de forma mais rápida, com maior gravidade, aumentando os riscos de ocorrência de doenças graves e de morte. A maioria dos casos mortais de pessoas que foram infectados é portadora de doenças crónicas, tais como doenças cardiovasculares, diabetes, doenças crónicas respiratórias ou cancro”, referiu a governante, acrescentando que, neste contexto,” é importante realizar bem os trabalhos de prevenção e controlo das doenças crónicas”.

      A secretária para os Assuntos Sociais e Cultura enfatizou ainda que o trabalho de prevenção das doenças crónicas “deve ser iniciado desde a infância, para que a nova geração possa começar a criar hábitos de vida saudáveis, a partir da escola e da família, introduzindo hábitos de vida saudáveis na vida quotidiana”.

      Por sua vez, o director dos Serviços de Saúde, Alvis Lo, salientou que a prevenção das doenças crónicas deve criar bons hábitos de vida saudável, incluindo a limitação de fumar e beber bebidas alcoólicas, uma alimentação saudável e exercício físico regular, sendo igualmente importante prevenir as doenças crónicas, doenças infecto-contagiosas, influenciando-se mutuamente e promovendo-se mutuamente. “Actualmente, a taxa de vacinação contra a Covid-19 em Macau atinge 92,1%, no entanto, a taxa de vacinação dos idosos com idade superior a 80 anos e doentes crónicos não é satisfatória”, atirou o médico.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau