Edição do dia

Quinta-feira, 30 de Junho, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
aguaceiros fracos
26.9 ° C
31 °
26.9 °
94 %
5.1kmh
40 %
Qui
28 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
29 °
Seg
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Temperaturas altas levam SMG a emitirem alerta amarelo para os próximos dias

      Temperaturas altas levam SMG a emitirem alerta amarelo para os próximos dias

      A Direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG) emitiu ontem um alerta amarelo para temperaturas altas. De acordo com a entidade, nos próximos dias prevê-se que o tempo na região seja muito quente e a temperatura máxima atinja os 33.º graus Celsius ou valores superiores. O tempo na região está influenciado por um anticiclone de alta subtropical. Por isso, até domingo podemos esperar tempo muito quente com céu geralmente pouco nublado. A temperatura do ar oscilará entre os 27 °C e 33 °C, podendo ocorrer valores mais altos. Humidade relativa estará entre 65% e 95%. O índice UV máximo previsto é de 9, que é classificado de muito alto. O vento soprará de 2 a 4 de sul a sudeste. O clima, portanto, será geralmente bom e persistentemente muito quente em todo o sul da China. Espera-se que uma ampla área de baixa pressão traga chuvas para a parte norte do Mar da China Meridional e as proximidades do Estreito de Luzon no meio e no final da próxima semana.

      O Governo apela para que a população tome medidas contra doenças causadas pelo calor e beba mais água. Devido às condições adversas, o Centro de Abrigo de Verão do Instituto de Acção Social (IAS) passou a estar aberto desde ontem, até que a temperatura volte a baixar. Em articulação com os trabalhos desenvolvidos em Macau para a prevenção contra a pandemia de Covid-19, antes da entrada no centro, os utentes têm de submeter-se ao teste rápido de antigénio e obter um resultado negativo. Dentro do centro, os utentes estarão obrigados à medição da temperatura corporal, à exibição do “Registo de itinerário do Código de Saúde de Macau”, ao uso de máscara e à manutenção de um distanciamento social mínimo de um metro. O IAS apela, ainda, para que a população esteja atenta à situação física, principalmente dos idosos em casa e dos que vivem sozinhos, doentes crónicos, bem como dos indivíduos débeis no sentido de tomar medidas de prevenção adequadas contra o calor, por forma a evitar os efeitos provocados pelas altas temperaturas na saúde.