Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
83 %
6.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadePolícia investiga homicídio de duas mulheres no Cotai

      Polícia investiga homicídio de duas mulheres no Cotai

      Duas mulheres foram encontradas mortas num quarto do Hotel MGM Cotai. De acordo com a Polícia Judiciária, as duas vítimas foram descobertas nuas e deitadas junto à janela do quarto, acreditando-se que terão sido mortas por estrangulamento com um cinto de roupão. As autoridades policiais estão a investigar o crime e à procura do autor do homicídio. Apesar de não terem sido revelados mais detalhes sobre o caso, de acordo com algumas notícias na imprensa de língua chinesa, houve um intervalo temporal de mais de dez horas entre os dois homicídios.

       

      A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um homicídio de duas mulheres que foram encontradas mortas num quarto de hotel na madrugada do passado sábado. Segundo uma notificação do Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) enviada à imprensa, o incidente ocorreu no nono andar do Hotel MGM Cotai.

      De acordo com a investigação preliminar das autoridades, os dois cadáveres do sexo feminino foram encontrados deitados no chão junto à janela do quarto sem roupa, e tinham marcas de estrangulamento no pescoço. “Tendo em consideração a gravidade das circunstâncias deste caso, a PJ iniciou de imediato o processo da inspecção ao local, não tendo sido detectados sinais notórios de luta. Acredita-se preliminarmente que o autor do homicídio terá estrangulado as duas vítimas até à morte por um cinto de roupão”, frisou a PJ.

      As autoridades policiais apuraram ainda que o quarto terá sido limpo pelo suspeito após o crime. Nas buscas ao quarto não foram encontrados documentos de identificação ou pertences das duas vítimas.

      O caso foi comunicado à PJ por volta das 0h55 de sábado por parte do Corpo de Bombeiros. Segundo noticiou o Jornal Ou Mun, cerca de meia hora após a notificação do crime, alguns agentes policiais foram destacados para a entrada do hotel, sendo que o serviço da unidade hoteleira se manteve normal.

      Segundo os peritos da investigação, as duas vítimas foram mortas por estrangulamento, tendo um dos corpos registado ferimentos de arranhões no braço direito, mas sem outras lesões óbvias de resistência. As autoridades estão a tentar apurar a identidade das vítimas e os motivos do crime, bem como o paradeiro do autor do crime.

      Embora a PJ não tenha divulgado mais pormenores do caso, algumas informações já estão a circular na imprensa em língua chinesa e na internet. De acordo com o portal de informação de Hong Kong HK01, citando notícias sobre esta investigação policial, a hora da morte das duas vítimas terá tido um intervalo temporal de mais de dez horas.

      Ao Jornal Ou Mun, uma fonte conhecedora do processo apontou que a primeira vítima é alegadamente uma prostituta que terá prestado serviços sexuais ao suspeito no quarto do hotel, enquanto a outra ter-se-á deslocado ao local para efectuar uma troca de moeda.

      Segundo a mesma notícia, o sistema de videovigilância do hotel mostra que “as duas entraram no quarto com mais de dez horas de intervalo, estimando-se que, após o homicídio da primeira mulher, o suspeito terá chamado a outra vítima ao quarto e cometido novamente o crime”, indica a notícia, frisando que o caso foi descoberto uma vez que os amigos das vítimas não conseguiam contactar com elas. O Jornal Cheng Po revelou também que o motivo do homicídio terá estado relacionado com dinheiro, e não devido a um conflito pessoal.

       

      PONTO FINAL