Edição do dia

Segunda-feira, 4 de Março, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
18.9 °
16.9 °
94 %
2.6kmh
40 %
Dom
20 °
Seg
22 °
Ter
23 °
Qua
24 °
Qui
19 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Ella Lei pede melhoramento da política das cinco classes

      Ella Lei pede melhoramento da política das cinco classes

      A deputada da Assembleia Legislativa (AL) Ella Lei interpelou ontem o Governo da RAEM sobre política de habitação para fins residenciais, em particular à iniciativa de habitação dividida em cinco classes.

      Considerando a política positiva, que releva “uma oferta adequada de habitação social no futuro”, a parlamentar da Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM), no entanto, considera que “existem problemas estruturais com o desenvolvimento”. “A comunidade está preocupada com a forma como a política pode ajudar ou não ajudar os necessitados a viver em paz”, escreve na interpelação escrita enviada ao Executivo.

      O Estudo sobre a Política de Habitação para Fins Residenciais da Região Administrativa Especial de Macau apresentou a concretização ordenada da política de “habitação dividida em classes”, com a implementação do plano de oferta de habitação pública e a construção da habitação intermédia e da residência para idosos, bem como a promoção de desenvolvimento estável e saudável do mercado imobiliário local. Contudo, Ella Lei admite que haja “desequilíbrio estrutural no desenvolvimento da habitação em Macau” que tem vindo a “levantar muitos problemas com a política de habitação existente”. A deputada da FAOM deseja saber como irão as autoridades acompanhar e resolver os problemas que surjam.

      Constante no Segundo Plano Quinquenal, o referido estudo tem por objectivo abordar, de uma forma mais completa, a iniciativa de “habitação dividida em cinco classes” e dos diferentes componentes que integram a política de habitação, nomeadamente em relação às suas estratégias, objectivos planeados e medidas adoptadas, dando a conhecer melhor a diversos sectores sociais a política de habitação promovida pelo Governo.

      Os dados da procura revelados pelo estudo, enfatiza Ella Lei, permitirão ao Governo estabelecer os objectivos previstos para diferentes tipos de habitação de acordo com a situação real, mas as considerações quantitativas por si só podem não ser capazes de resolver verdadeiramente as dificuldades de habitação enfrentadas pelo público.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau