Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
24.7 ° C
24.9 °
24.3 °
94 %
3.1kmh
40 %
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
26 °
Sex
27 °
Sáb
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeServiços de Saúde estão a investigar situação real dos profissionais de saúde

      Serviços de Saúde estão a investigar situação real dos profissionais de saúde

      A novidade foi dada por Alvis Lo em resposta a uma interpelação escrita da deputada Wong Kit Cheng. O director da autoridade sanitária do território disse que vão proceder à avaliação e previsão da oferta e da procura dos recursos humanos de profissionais de saúde em Macau, ao mesmo tempo que está previsto para breve a realização de acções de formação para profissionais de saúde locais Hospital Peking Union Medical College.

       

      Na resposta a uma interpelação escrita da deputada da Assembleia Legislativa (AL) Wong Kit Cheng, que pediu ao Governo para “atender à situação da procura de recursos humanos da área da saúde em Macau”, as autoridades garantiram que estão no terreno para apurar necessidades. “Os Serviços de Saúde estão a investigar qual é a situação real dos profissionais de saúde de 15 categorias e irão proceder à avaliação e previsão da oferta e da procura dos recursos humanos de profissionais de saúde em Macau”, revelou Alvis Lo, salientando que o objectivo é o de “satisfazer as necessidades futuras da sociedade e aumentar o nível dos cuidados de saúde”.

      O director dos Serviços de Saúde divulgou ainda que, com a entrada em vigor da regulamentação do procedimento da formação médica e em enfermagem especializadas, as autoridades sanitárias do território “estão a realizar, de forma ordenada, trabalhos preparatórios de formação especializada em estreita cooperação com as instituições médicas locais, no sentido de planear essa formação visando alcançar um aumento do nível dos serviços de assistência médica”.

      A deputada-enfermeira mostrou preocupações com o aumento da procura de diversos serviços de saúde em contraponto com a redução do número de finalistas do ensino secundário complementar e à concorrência entre os profissionais de outras áreas. “A sociedade está muito preocupada com a futura falta de recursos humanos na área da saúde”, admitiu na sua interpelação ao Executivo liderado por Ho Iat Seng.

      Wong Kit Cheng instou o Governo a proceder a um estudo sobre a oferta e a procura de profissionais de saúde em Macau, com vista a ficar a par dos dados sobre a procura por parte das entidades médicas públicas, privadas e não lucrativas, e a definir e a introduzir medidas precisas de formação, no sentido de satisfazer as necessidades do futuro desenvolvimento dos serviços de saúde. E teve agora a resposta positiva de Alvis Lo.

      Outra das questões abordadas pela parlamentar teve a ver com o novo Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas que entrará, faseadamente, em funcionamento no quarto trimestre de 2023.

      Recorde-se que o Hospital Peking Union Medical College será o responsável pela formação dos profissionais de saúde. No entanto, atirou Wong Kit Cheng, neste momento, “ainda não há uma proposta concreta sobre as formas de recrutamento e de avaliação”, assim, questiona a deputada, “quando é que o Governo vai concluir os respectivos diplomas legais e divulgar os respectivos pormenores junto da sociedade, para os profissionais de saúde e os estudantes que estão a frequentar o curso de medicina poderem preparar-se para a sua futura carreira profissional”.

      Alvis Lo explicou que as autoridades estão a desenvolver os trabalhos preparatórios para a operação do complexo hospitalar, “incluindo negociações activas com o Hospital Peking Union Medical College para o desenvolvimento do programa de formação de pessoal”. “Está prevista a realização de acções de formação para profissionais de saúde locais, interessados e que atendam aos requisitos necessários para trabalhar no Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas, desenvolvendo a formação dos profissionais de saúde local, incluindo médicos especialistas”, atirou o responsável.

       

      PONTO FINAL