Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
77 %
6.2kmh
40 %
Dom
15 °
Seg
19 °
Ter
19 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Fronteira entre Hong Kong e a China continental reabre na próxima semana,...

      Fronteira entre Hong Kong e a China continental reabre na próxima semana, afirmou presidente da Trip.com

      Durante a primeira cimeira do grupo, realizada ontem em Macau, o presidente da Trip.com, James Liang, referiu que a empresa de viagens estima que os países asiáticos irão abrir restrições à pandemia nos próximos três meses, devendo a China fazer o mesmo dentro de cerca de seis meses.

      “Esperamos que na próxima semana a fronteira entre Hong Kong e a China continental seja reaberta. Espero que, com isso, as viagens entre Hong Kong, Macau e a China continental melhorem muito rápido”, acredita Liang, que o disse num discurso online transmitido no Trip.com Global Partner Summit realizado no hotel Sheraton, no Cotai.

      As autoridades do continente deram a aprovação final para viagens sem quarentena entre Hong Kong e a província de Guangdong, com o esquema definido para ser lançado logo após as eleições legislativas da cidade a 19 de Dezembro.

      A flexibilização dos acordos de viagens transfronteiriças entre Guangdong e Hong Kong foi descrita pelas autoridades de Macau como sendo cruciais para que a RAEM possa abrir-se à região vizinha.

      Ainda no discurso de abertura, James Liang expressou preocupações que a nova variante Ómicron do SARS-CoV-2 possa desacelerar a recuperação do turismo, afirmando que as evidências até agora indicam que a variante não apresenta riscos muito maiores do que as variantes anteriores. “Sabemos que o Reino Unido e os Estados Unidos da América reabriram as suas fronteiras porque veem a pandemia como algo endémico. Claro, eles terão um impacto positivo sobre nós, Austrália e Singapura começaram também a abrir as suas fronteiras, e ainda Tailândia ”, observou.

      Apesar de Liang não estar presente no evento, a directora-executiva da Trip.com, Jane Sun, viajou até Macau para participar na cerimónia de abertura. “A recuperação é a tendência, quando as fronteiras forem reabertas haverá muita procura reprimida. O turismo receptivo também foi incluído no 14.º Plano Quinquenal. Não representava uma percentagem tão grande na China como noutros países, mas se pudermos melhorar aqui, isso nos dará um grande impulso económico ”, afirmou.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau