Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.9 ° C
25.4 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
75 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More

      O amor de Fernando Pessoa

       

      Tem a capacidade de transformar o mundo

      e transformou-o na Rua dos Douradores

      por onde vai e vem todos os dias, seja ao sol seja à chuva

      sem dar nenhum pulo a nenhuma parte do mundo.

       

      Não caminha sozinho, sempre acompanhado de um, dois ou três…

      outros do seu Eu próprio

      que vivem consigo diversos e unidos.

       

      Nunca pensa numa paixão qualquer

      acabou por ficar apaixonado

      tal como se num ramo nu e seco

      a rebentarem de súbito folhas e botões.

       

      Louco de amor, passeia com a Ofélia de mãos dadas

      escrevendo, na palma dela, cartas de amor.

       

      Todas as cartas de amor são

      Ridículas.

      Mas, afinal,

      Só as criaturas que nunca escreveram

      Cartas de amor

      É que são

      Ridículas. 

       

      Depois de dar o ponto final à última carta de amor

      decidiu fugir ao amor

      como um tigre do circo pretende escapar

      ao anel de fogo.

       

      Viu nas profundezas do olhar da Ofélia

      o anseio do casamento

      que é, afinal, um receio do amor.

       

      O seu corpo do homem também aspira ao amor e prazer

      mas prefere ser escravo

      de um coração um pouco maior do que o universo inteiro.

       

      Mais do que cheirar uma rosa real

      prefere possuir uma do imaginário

      mesmo que a Ofélia esteja a murchar no roseiral.

       

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau