Edição do dia

Quinta-feira, 18 de Agosto, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
25.9 ° C
27.1 °
25.9 °
94 %
6.2kmh
75 %
Qua
28 °
Qui
30 °
Sex
31 °
Sáb
29 °
Dom
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Pequim reitera pedido para que Macau intensifique vacinação

      Pequim reitera pedido para que Macau intensifique vacinação

      Uma delegação dos Serviços de Saúde de Macau deslocou-se a Pequim para ser recebida por Shen Hongbing, subdirector da Direcção Nacional de Prevenção e Controlo de Doenças. As autoridades de Macau reuniram-se com a Comissão Nacional de Saúde e a Direcção Nacional de Prevenção e Controlo de Doenças, que voltaram a pedir que a região intensifique os trabalhos de vacinação.

      Uma delegação dos Serviços de Saúde de Macau, liderada por Alvis Lo, reuniu-se em Pequim com Shen Hongbing, subdirector da Direcção Nacional de Prevenção e Controlo de Doenças, tendo realizado reuniões com a Comissão Nacional de Saúde e a Direcção Nacional de Prevenção e Controlo de Doenças. Durante a visita das autoridades de Macau a Pequim, foram analisados os resultados da visita recente de um grupo de peritos da Comissão Nacional de Saúde a Macau, bem como as actuais medidas em vigor na região.

      Segundo um comunicado divulgado ontem pelos Serviços de Saúde, Shen Hongbing disse considerar que Macau “obteve resultados notáveis” nos trabalhos gerais de prevenção e controlo da epidemia, sendo que o Governo da RAEM tem persistido no princípio de “prevenir casos importados e evitar o ressurgimento interno”, “mantendo a coerência com os objectivos e estratégias gerais de prevenção e controlo da epidemia no interior da China, pelo que os resultados dos trabalhos de prevenção e controlo epidémico têm sido amplamente reconhecidos”, indicou o responsável.

      Durante as reuniões, foi pedido à delegação de Macau que intensifique o trabalho de gestão da vacinação contra a Covid-19 na região. Os responsáveis do interior da China pediram também um aperfeiçoamento do controlo das infecções hospitalares e o aumento da capacidade e tratamento clínico. Por outro lado, há também a necessidade de reforçar os trabalhos de vigilância e alerta no que toca a pessoas, objectos e ambiente.

      Segundo a nota, há a “obrigatoriedade de adoptar medidas mais activas para promover o trabalho de vacinação, efectuando acções de comunicação e divulgação específicas para profissionais de saúde, pessoal dos postos fronteiriços, funcionários públicos, pessoal docente e trabalhadores de escolas, entre outros grupos chave, aplicando rigorosamente o princípio de ‘deve-se vacinar-se sempre que possível’”.

      Os responsáveis de Pequim indicaram que há também a necessidade de reforçar a capacidade de resposta a emergências, a elaboração de planos em resposta a situações extremas da epidemia, a optimização do processo de testagem de ácido nucleico em massa, o reforço da formação de pessoal, o alargamento da equipa de realização de testes, assim como a melhoria de todo o processo de recolha de amostras, transporte e análise laboratorial, de forma a aumentar a capacidade de realização de testes de ácido nucleico em larga escala. Por outro lado, pede-se um fortalecimento do trabalho de prevenção e controlo conjunto, bem como acções conjuntas entre Guangdong, Hong Kong e Macau.

      O director dos Serviços de Saúde de Macau explicou que, nos últimos dias, foram lançadas medidas na região para o reforço da capacidade de testes de ácido nucleico para os grupos chave, a publicação de directrizes para exigências de vacinação destinadas a trabalhadores e acompanhamento das medidas de gestão do pessoal em instalações de isolamento, por exemplo. Além disso, disse também que o número de vacinados aumentou nos últimos dias e que “há expectativa de que se possa obter o apoio da população”.

      No encontro, falou-se também sobre a situação epidémica da província de Fujian, a faixa etária aplicável das vacinas Sinhopharm, as formas de aumentar a cobertura de vacinas e os sistemas do código de saúde para a prevenção da epidemia, entre outros temas.

      DEIXE UMA RESPOSTA

      Por favor escreva o seu comentário!
      Por favor, escreve aqui o seu nome