Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
83 %
6.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaFundação Macau canaliza mais de 190 milhões em financiamento no primeiro trimestre

      Fundação Macau canaliza mais de 190 milhões em financiamento no primeiro trimestre

      Os apoios financeiros atribuídos pela Fundação Macau atingiram 192,56 milhões de patacas no primeiro trimestre deste ano, representando um aumento de 186% em relação ao valor atribuído no mesmo período do ano passado. A União Geral das Associações dos Moradores de Macau foi a entidade beneficiária que obteve mais subsídios, num montante total superior a 16 milhões de patacas. A Casa de Portugal e a Fundação Escola Portuguesa de Macau receberam subsídios de 3,5 milhões e 4,5 milhões, respectivamente, enquanto a Associação dos Macaenses recebeu 561 mil patacas.

       

      No primeiro trimestre do ano, a Fundação Macau deu luz verde a quase 250 pedidos de apoio financeiro e aprovou subsídios no valor total de 192,56 milhões de patacas. Os dados foram divulgados na plataforma de divulgação pública das informações de apoio financeiro público, da tutela dos Serviços da Supervisão e da Gestão dos Activos Públicos.

      O montante atribuído pela Fundação Macau registou uma subida acentuada em relação aos últimos anos, tendo verificado um crescimento de 186% em comparação ao valor do período idêntico do ano passado, correspondente a 67,23 milhões de patacas. No ano anterior e em 2021, a atribuição manteve-se num nível relativamente baixo, com 73,9 milhões e 107,66 milhões de patacas concedidas.

      Entre as entidades beneficiárias, a União Geral das Associações dos Moradores de Macau foi a organização que angariou mais subsídios, tendo recebido 16,87 milhões de patacas nos primeiros três meses. A Fundação Macau canalizou 15,7 milhões de patacas para despesas de funcionamento, 874 mil para cabazes a distribuir durante as festividades do Ano Novo Chinês e 288 mil patacas para o projecto “Felicidade em Idade Avançada – Acção de Assistência a Idosos Solitários”.

      Outras associações tradicionais de Macau também foram beneficiadas com apoios financeiros, sendo que a Federação das Associações dos Operários de Macau recebeu 14,13 milhões de patacas, dos quais 13,45 milhões corresponderam a apoios para despesas de funcionamento da associação. Já a Associação Geral das Mulheres de Macau obteve 11,44 milhões de patacas de subsídio, dos quais 11,44 milhões foram despesas de funcionamento.

      As principais associações de matriz portuguesa também fazem parte da lista de apoio financeiro da Fundação Macau. De acordo com as informações divulgadas, a Casa de Portugal em Macau recebeu 3,53 milhões de patacas para despesas de funcionamento, e a Fundação Escola Portuguesa de Macau recebeu 4,5 milhões de patacas como apoio financeiro para actividades e projectos.

      A Fundação Macau distribuiu no primeiro trimestre subsídios no valor de 561 mil patacas à Associação dos Macaenses, bem como 367 mil à Associação Promotora da Instrução dos Macaenses, ambos como despesas de funcionamento.

      Foram ainda aprovados subsídios de 2,18 milhões de patacas aos 37 estudantes de países lusófonos de dois programas de Bolsas de Estudo, com subsídios de subsistência, propinas e alojamentos para estudar em Macau.

      Por outro lado, os apoios financeiros para a Cáritas de Macau totalizaram até Março 5,48 milhões de patacas, incluindo quatro milhões de patacas para despesas de funcionamento, 1,31 milhões de patacas para cabazes a distribuir durante as festividades do Ano Novo Chinês, entre outras atribuições para as actividades comunitárias.

      A ANIMA – Sociedade Protectora dos Animais de Macau recebeu, por sua vez, 1,89 milhões de patacas para manutenção de funcionamento, enquanto o Instituto de Estudos Europeus de Macau obteve 1,82 milhões de patacas de atribuição de subsídio homólogo.

      Os Salesianos de Dom Bosco (Sociedade de S. Francisco de Sales) foram também uma das entidades beneficiárias com mais financiamento da Fundação Macau no passado trimestre, tendo recebido a quarta prestação do apoio financeiro para o Projecto de Reconstrução e Ampliação dos Edifícios Escolares do Instituto Salesiano de Macau, no valor de 14,85 milhões de patacas.