Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Setembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.4 °
27.9 °
89 %
6.2kmh
40 %
Qui
28 °
Sex
28 °
Sáb
29 °
Dom
29 °
Seg
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Raimundo do Rosário vai estudar criação de projecto de apoio financeiro para...

      Raimundo do Rosário vai estudar criação de projecto de apoio financeiro para obras em ascensores

      A lei da segurança dos ascensores está a ser discutida em sede de comissão, na Assembleia Legislativa. O secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, esteve presente na reunião da Comissão Permanente que discute a proposta de lei. O secretário realçou que os ascensores são partes comuns do condomínio e que, após a aprovação da lei, é preciso estudar a viabilidade da criação de projecto de apoio para financiar as obras de reparação e de manutenção de ascensores.

      Raimundo do Rosário fez uma comparação com a condição de elevadores e a saúde física do corpo humano, quanto maior a idade, maior a probabilidade de falha. Segundo o secretário, os pedidos de apoio para reparações e manutenção de elevadores devem aumentar e irão abranger cerca de 10 mil elevadores e escadas rolantes no território.

      A proposta de lei apresentada pelo Governo apenas regula agora os ascensores que transportam passageiros, enquanto ainda não existe um calendário para os ascensores de carga. O secretário explicou que as autoridades deram prioridade à segurança do público devido à restrição financeira e à falta de recursos humanos extra. O governante revelou que irá transferir cerca de 20 funcionários da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes para a nova constituição de Departamento de Electromecânico.

      Ao ser questionado sobre o calendário das obras de construção da comporta no Porto Interior para a prevenção de cheias, Raimundo do Rosário disse que o Governo da RAEM está em articulação com as autoridades do interior da China. “Não posso dizer quando, mas não desistimos [deste assunto]”, referiu o secretário.

       

      D.C.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau