Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaChefe do Executivo reuniu-se com perito da área da inteligência artificial

      Chefe do Executivo reuniu-se com perito da área da inteligência artificial

      O Chefe do Executivo reuniu-se na terça-feira com Fan Chunhai, membro da Academia Chinesa de Ciências, professor catedrático da Universidade Jiao Tong de Xangai e cientista chefe do Instituto de Pesquisa de Inteligência Artificial de Xangai. Na reunião foi abordado o impulso da inteligência artificial em Macau e o desenvolvimento da ‘big health’.

      Ho Iat Seng lembrou, na reunião, que Macau está a adoptar a estratégia de desenvolvimento ‘1+4’, e através da investigação, desenvolvimento e fabrico da medicina tradicional chinesa para desenvolver a indústria ‘big health’. O Chefe do Executivo referiu que foram instalados em Macau dois laboratórios de referência do Estado na área de medicina tradicional chinesa, para reforçar mais a cooperação entre a indústria, o estudo e a investigação. Ho disse estar grato por ver a cooperação entre o Instituto de Pesquisa de Inteligência Artificial de Xangai e as equipas das instituições universitárias locais, investigando em conjunto a articulação do desenvolvimento entre a inteligência artificial e a medicina tradicional chinesa. Citado num comunicado, o Chefe disse acreditar que, através do profundo intercâmbio, o desenvolvimento futuro será alargado.

      Por sua vez, Fan Chunhai fez uma breve apresentação sobre a evolução do Instituto de Pesquisa de Inteligência Artificial de Xangai, dos resultados obtidos entre a ciência e investigação e a industrialização, assim como do desenvolvimento da inteligência artificial e da medicina tradicional.

      Fan Chunhai apontou ainda que, com o novo modelo de investigação e desenvolvimento da indústria transformada, e o sistema de incubação de empresas de tecnologia dura, inovada pelo Instituto de Pesquisa, formaram-se uma série de ‘startups’ unicórnio e potenciais ‘startups’ unicórnio. “O Instituto encontra-se a impulsionar a cooperação com instituições de ensino superior, as quais, através da capacidade de estudo científico e dos recursos industriais, podem articular as vantagens próprias da RAEM, apoiando no desenvolvimento da inteligência artificial e da indústria ‘big health’ no território”, lê-se no comunicado do Governo.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau