Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
24.9 ° C
24.9 °
24.9 °
94 %
5.1kmh
20 %
Sáb
26 °
Dom
26 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaSonho de circo de uma noite de Verão pela mão de amadores...

      Sonho de circo de uma noite de Verão pela mão de amadores no Move Academy

      Sendo uma parceria entre a Move Academy e o grupo Explore Contemporary Circus, o espectáculo “Midsummer Night Circus Dream” inspira-se no clássico de Shakespeare, e junta jovens locais que têm desenvolvido competências nas artes circenses. As cinco actuações entre o dia 2 e 4 de Março decorrem no Move Academy, espaço de ginástica da Taipa.

       

      A Move Academy, espaço gerido por Nuno Fernandes e Ana Conde, que se tem dedicado à ginástica e outras artes circenses, vai transformar-se numa sala de teatro entre os dias 2 e 4 de Março para receber a actuação “Midsummer Night Circus Dream” pelo grupo Own Teatre. Com o patrocínio do Fundo de Desenvolvimento da Cultura, a iniciativa é o resultado de uma colaboração que foi desenvolvida durante o último ano entre a Move Academy, a Momentum Aerial Dance, e a Dream Theatre Association.

      O responsável pelo espaço na Avenida Olímpica da Taipa, Nuno Fernandes, confessou ao PONTO FINAL a gratificação que o projecto lhe tem dado. “Como pessoas com uma ligação muito forte às artes performativas em geral e às artes circenses em particular, tem sido muito especial fazer parte deste projecto, que consideramos único e de imenso valor para o desenvolvimento de uma ‘cultura’ de circo contemporâneo em Macau”.

      Recordando as primeiras audições de Dezembro de 2022, diz-se orgulhoso de ver a forma como as competências dos participantes deste projecto se desenvolveram. “Há muito talento em Macau”, frisou Nuno Fernandes, acrescentando que projectos como este podem “continuar a ajudar a potenciar o desenvolvimento” também de espectáculos, festivais e outras oportunidades de actuação “para que esse talento seja visto a nível local e até internacional”, referiu.

      Bobo Leong, da Red Pills Clown Care, grupo dramático que organiza visitas de palhaços a hospitais da cidade, falou com o PONTO FINAL sobre o projecto que concebeu com o colega Benson Kuong. “Em 2022 sentimos que estava na altura de subirmos de nível, e de aprender novas competências como malabarismo”. Foi aí que foi surgindo a ideia de juntar professores que lhes pudessem dar uma formação em artes circenses. Depois, acabou por se ir consolidando a ideia de criar um circo contemporâneo, com os dois colegas a esboçarem um projecto que envolveria aulas regulares seguidas de uma performance, para os participantes terem a oportunidade de mostrar os novos conhecimentos adquiridos.

      PROJECTO E RECRUTAMENTO

      O Fundo de Desenvolvimento da Cultura aprovou o projecto, com aulas a decorrerem durante todo o ano passado, mas antes houve um processo de recrutamento de membros da equipa. “Eles vinham de diferentes campos: uns eram actores profissionais, outros eram actores amadores, outros dançarinos, ou mágicos”. Havia também pessoas que apenas gostavam de praticar desporto, ou yoga, ou actividades ‘aerial’, de sedas ou ‘hoop’. “Começámos os treinos, e depois foi-se criando o espectáculo”.

      A criação em si, baseada a partir do texto original de Shakespeare, foi feita por Ben Kuong, que adaptou o conteúdo para se encaixar no estilo do circo e teatro físico. “Quando falamos em circo, as pessoas pensam que vamos ter actores a voar e coisas assim super extremas, mas é importante esclarecer que isto é teatro físico com artes circenses, com o foco na área acrobática”, frisou Bobo Leong. “Temos sedas, ‘hoop’, actores em andas, e também actuações de palhaços”.

      O espectáculo já foi apresentado uma vez em Setembro de 2023 num palco em frente da capela de São Francisco de Xavier em Coloane. Agora, volta a ser apresentado no Move Academy. “Estamos muito entusiasmados com a adaptação ao espaço do Move, porque é um estúdio com muito equipamento de ginástica, mas já encontrámos forma de transformar o espaço num palco”.

      Recordando que o projecto só tem um ano, e que os participantes só começaram a aprender estas técnicas durante este período, a responsável diz que alguns destes têm evoluído imenso, e está satisfeita sobretudo de ver novas ofertas e criações em Macau deste tipo de conteúdo. “Macau tem muitas limitações, em termos de apoios, de espaços, de actores e até em termos de criativos, mas com este projecto tentámos construir novas ligações, juntando pessoas talentosas em termos de movimento corporal”.

      Bobo Leong acredita que se podem desenvolver mais projectos semelhantes no futuro, projectos que possuem a vantagem de poderem acolher espectadores que não falam cantonense. “Como o nosso trabalho é corporal, e não usamos palavras, o público que fala outras línguas é sempre bem-vindo nas nossas actuações”.

      Os bilhetes para “Midsummer Night Circus Dream” custam 150 patacas e estão à venda através da página de redes sociais da “Eccircus”. O espectáculo terá actuações às 20h e 22h30 no dia 2 de Março, 16h30 e 20h no dia 3, e uma última actuação às 20h30 no dia 4 de Março.