Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
24.9 ° C
24.9 °
24.9 °
94 %
5.1kmh
20 %
Sáb
26 °
Dom
26 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaSegurança de Macau está ainda melhor do que antes da pandemia, diz...

      Segurança de Macau está ainda melhor do que antes da pandemia, diz Wong Sio Chak

      O secretário para a Segurança fez um balanço positivo sobre a situação geral da segurança em Macau durante o período do Ano Novo Lunar anterior, e disse acreditar que a ordem pública foi “ainda melhor” do que em 2019, antes da pandemia, afastando assim os impactos negativos à segurança devido ao aumento exponencial da entrada de turistas.

      Wong Sio Chak adiantou que o número de casos recebidos pela Polícia Judiciária durante os dias de férias foi inferior ao de 2019 e até inferior ao do ano anterior, altura em que o número de turistas subiu significativamente. Nesse sentido, “a ordem da sociedade mantém-se estável e favorável”, disse o governante, segundo noticiou o canal chinês da Rádio Macau.

      Durante os oito dias de feriados da semana dourada do Ano Novo Lunar, Macau recebeu quase 1,36 milhões de visitantes, tendo registado a entrada de 217 mil visitantes no terceiro dia do Ano Novo Lunar, a 12 deste mês. A chegada do grande número de turistas fez com que as autoridades tenham implementado medidas de controlo de fluxo quase todos os dias de feriado nas zonas turísticas, já que as forças de segurança pública tinham toda a equipa em serviço.

      Reagindo a preocupações levantadas devido à concentração de pessoas, Wong Sio Chak desvalorizou a questão e destacou os bons resultados de trabalho de desvio de turistas. O secretário lembrou que foi fazer uma inspecção às Ruínas de São Paulo durante o período festivo, descrevendo que “o caminho até às Ruínas de São Paulo era tranquilo” e “não houve obstáculos” na sua passagem. Wong Sio Chak disse que algumas pessoas podem ter receio de congestionamentos por causa das viagens noutros países ou regiões, “mas no caso de Macau, a experiência dos viajantes é bastante boa”, considerou.

      A Ilha da Montanha vai se tornar uma zona aduaneira autónoma a partir de Março e Wong Sio Chak revelou que a Alfândega de Macau vai assinar acordos com a alfândega de Zhuhai no âmbito da execução de leis, cujo conteúdo principal é o combate às actividades de contrabando e comércio paralelo.