Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaChina e ONU lançam projecto para apoiar afectados pelas cheias em Timor-Leste

      China e ONU lançam projecto para apoiar afectados pelas cheias em Timor-Leste

      O Governo da China e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançaram um projeto, orçado em 1,3 milhões de euros, para apoiar as comunidades afectadas pelas cheias em Timor-Leste.

      Segundo um comunicado divulgado à imprensa, o projeto, que visa complementar o apoio dado pelo Governo timorense, vai abranger cerca de 146.000 pessoas afectadas pelas cheias com acesso a “serviços de nutrição, educação e água e saneamento de qualidade”.

      Em 2021, 48 pessoas morreram devido a inundações provocadas pelo mau tempo, que afetaram 30.367 famílias e danos em escolas e centros de formação.

      Estimativas do Governo timorense apontaram para danos totais no valor de 307,7 milhões de dólares (cerca de 285,7 milhões de euros). “Apesar dos esforços contínuos por parte do Governo e dos parceiros, as comunidades afetadas continuam a necessitar de assistência de recuperação, especialmente relacionada com a nutrição, água, higiene e saneamento e educação”, salienta o comunicado.

      Segundo a embaixadora da China em Timor-Leste, Wang Wenli, o “projecto de apoio de emergência envolve um montante considerável de financiamento e terá uma duração mais longa, abrangendo as principais cidades de todo o país”. “Espera-se que o projeto beneficie cerca de 150 mil crianças e mulheres, com o objetivo de fornecer assistência tangível para as suas vidas e educação. Esperamos também que, através deste projeto, as pessoas em Timor-Leste possam receber o apoio e o incentivo de países amigos como a China”, afirmou Wang Wenli.

      O projecto, com a duração de 18 meses, será implementado pela Unicef, que vai beneficiar 83 mil crianças e 34 mil mulheres grávidas com serviços de nutrição nos municípios de Díli, Ainaro, Ermera e Baucau, onde duas mil casas vão ser também apoiadas no acesso a água, saneamento e higiene.

      O projecto vai também beneficiar no setor da educação 24.449 crianças com escolas melhoradas nos municípios de Díli, Baucau, Lautém, Liquiçá e Manufahi. “A recuperação na sequência das cheias requer uma resposta a longo prazo, uma vez que as comunidades afetadas já se debatiam com múltiplas vulnerabilidades na saúde, nutrição, educação, água e saneamento, mesmo antes das cheias ocorrerem”, afirmou o representante da Unicef em Timor-Leste, Bilal Zeb Aurang Durrani.

      Para o representante da Unicef, o projecto vai contribuir para a “reconstrução de serviços sociais básicos para crianças e famílias ao mesmo tempo que apoia a criação de mecanismos de redução do risco de catástrofe para mitigar o impacto de futuros eventos climáticos”.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau