Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
77 %
6.2kmh
40 %
Dom
15 °
Seg
19 °
Ter
19 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Palestra sobre prevenção de desastres contou com presença de especialista de Pequim

      Palestra sobre prevenção de desastres contou com presença de especialista de Pequim

      Os Serviços de Polícia Unitários (SPU) organizaram na semana passada uma palestra temática que teve como título “Criar um quadro abrangente de segurança e resposta a emergências e elevar o nível de governação da segurança pública”, que teve como orador principal Shan Chunchang, ex-conselheiro do Conselho de Estado e ex-subchefe do Comité de Especialistas da Comissão Nacional de Redução de Desastres.

      Na ocasião, o responsável de Pequim partilhou casos concretos de resposta a emergências em que participou pessoalmente, tendo apresentado as características típicas destes incidentes, “nomeadamente nesta nova era, onde os incidentes súbitos de natureza pública tendem a ser cada vez mais repentinos, complexos e desafiadores, carecendo assim de aumentar a consciência de risco, melhorar o nível de governação da segurança pública, transformar o modelo de governação da segurança pública em prevenção prévia, estabelecer um quadro abrangente de segurança e resposta a emergências e melhorar a capacidade de prevenção e redução de desastres”, lê-se no comunicado dos SPU.

      Shan Chunchang teve também um encontro com os 34 serviços envolvidos no “Plano decenal de prevenção e redução de desastres em Macau”, tendo abordado o andamento das nove principais missões e dos 201 planos de acção plasmados do plano.

      Wong Sio Chak, secretário para a Segurança, também participou na palestra e salientou que a iniciativa serve para “abrir novos caminhos para o trabalho futuro, reforçar constantemente a consciência de prevenção e a capacidade de execução de alerta precoce dos membros da estrutura de protecção civil, dos diferentes sectores sociais e das associações cívicas face a incidentes súbitos de natureza pública, concretizando assim um modelo moderno de protecção civil liderado pelo Governo, o qual conta com a participação diversificada da comunidade e cooperação activa dos residentes”.

       

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau