Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
72 %
5.7kmh
40 %
Dom
16 °
Seg
19 °
Ter
20 °
Qua
20 °
Qui
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade PJ deteve 13 suspeitos de praticar câmbio ilegal

      PJ deteve 13 suspeitos de praticar câmbio ilegal

      A Polícia Judiciária (PJ) interceptou 13 indivíduos por suspeita da prática de actividades de troca ilegal de moeda, tendo os mesmos sido levados à esquadra para procedimentos de identificação e investigação. Os envolvidos incluem três residentes de Macau e dez pessoas oriundas do interior da China. Os dez residentes do Continente foram encaminhados para as autoridades de imigração de Macau por terem exercido actividades que não se coadunavam com a qualidade de turista.

      As autoridades policiais deram início à Operação Preventiva do Inverno 2024 na terça-feira, com o objectivo de “manter a estabilidade da segurança da sociedade e a ordem pública durante a época festiva”, com a aproximação do Ano Novo Lunar.

      Para a operação, a PJ enviou um total de 25 agentes de investigação criminal para efectuar inspecções nos casinos no COTAI e nas suas imediações, visando “combater a criminalidade e actividades ilegais relacionadas com o jogo e dissuadir os criminosos”. Na operação anti-crime foram identificados 124 indivíduos, sendo 80 homens e 44 mulheres.

      Os agentes da PJ lançaram ainda uma campanha de prevenção da criminalidade sobre a troca ilegal de moeda durante essa operação, explicando aos turistas e às pessoas nos casinos a ilegalidade e os riscos criminais do câmbio ilegal, exortando-os a não participarem em actividades ilegais do género.

      A polícia sublinhou que as operações de combate ao crime são reforçadas no Inverno todos os anos na altura do Ano Novo Chinês, sendo destacado mais pessoal policial para fazer inspecção nas principais zonas de aglomeração de pessoas, nos casinos e nas zonas adjacentes em Macau, a fim de reprimir os crimes de roubo, de droga e de burla, nomeadamente as práticas de crimes ligados ao jogo.

      Numa nota divulgada ontem, a PJ garante que irá manter-se atenta à evolução da situação da ordem pública na comunidade e procederá a ajustamentos atempados no destacamento policial, com o intuito de permitir que o público e os turistas celebrem a época festiva em paz.