Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Homem suspeito de esfaquear empregada doméstica após consumo de droga

      Homem suspeito de esfaquear empregada doméstica após consumo de droga

      Um homem de 50 anos foi detido por suspeita de ter atacado com uma faca a empregada doméstica de nacionalidade vietnamita, alegadamente por estar influenciado após ter consumido droga em casa. A empregada sofreu vários ferimentos de cortes no corpo, nomeadamente nos pulsos, rosto e pescoço.

      De acordo com o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP), o caso de esfaqueamento, que teve lugar na Rua de Nam Keng, na Taipa, foi notificado à polícia na noite da passada sexta-feira. Segundo o relato da vítima, a mesma foi atacada enquanto estava a dar banho ao filho do patrão. Nessa altura, o suspeito terá apertado o pescoço da empregada doméstica, apontando-lhe uma faca. Durante a luta, a mulher foi ferida.

      A empregada doméstica, segundo o CPSP, aproveitou a ocasião em que o suspeito voltou para o quarto para levar a criança de 10 anos e fugir para um parque perto da casa, onde pediu ajuda à empregadora, mulher do suspeito e mãe da criança.

      Citada pelo All About Macau, a empregadora suspeitou que o marido estava sob a influência de drogas e teve receio de que o marido continuasse a cometer actos violentos, pelo que denunciou a situação à polícia.

      O indivíduo foi detido em casa, onde a polícia encontrou uma faca para frutas que terá sido utilizada nas agressões, com comprimento total de 29,5 cm, cuja lâmina tem 17 cm de comprimento. Foram apreendidos no local ainda alguns utensílios para consumo de droga e dois pacotes de metanfetamina (Ice), que pesavam 1,29 gramas no total.

      Às autoridades policiais, o detido admitiu ter consumido drogas em casa, perdeu o controlo e agrediu a empregada doméstica. O homem confessou também que tem o hábito de consumir droga há muito tempo, sendo que o Ice apreendido neste caso foi adquirido no ano passado de um desconhecido.

      O caso foi entregue ao Ministério Público, com possível acusação de crimes de ofensa à integridade física, consumo ilícito de estupefacientes, tráfico de estupefacientes, detenção indevida de utensílio ou equipamento e armas proibidas e substâncias explosivas.