Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Grande China Xi Jinping reúne-se com primeiro-ministro vietnamita no segundo dia de visita a...

      Xi Jinping reúne-se com primeiro-ministro vietnamita no segundo dia de visita a Hanói

       

      De visita ao Vietname, Xi Jinping encontrou-se com o primeiro-ministro e o presidente da Assembleia Nacional do Vietname. “As partes devem reforçar a cooperação em vários domínios, incluindo a legislação, a fim de contribuir para a construção de uma comunidade com um futuro comum“, afirmou o Presidente chinês.

       

       

      O Presidente chinês, Xi Jinping, reuniu ontem com o primeiro-ministro e o presidente da Assembleia Nacional do Vietname, no segundo dia da visita ao país vizinho, numa altura de aproximação de Hanói ao Ocidente.

      Na terça-feira, Xi reuniu com o secretário-geral do Partido Comunista do Vietname, Nguyen Phu Trong, tendo os dois líderes anunciado que a China e o Vietname vão trabalhar em prol de uma “comunidade com um futuro partilhado”, no que foi visto como uma concessão diplomática de Hanói a Pequim.

      A noção de “comunidade com um futuro partilhado”, lançada por Xi, visa contrariar a arquitectura de segurança erguida pelo Ocidente depois da Segunda Guerra Mundial. Pequim acusa a doutrina ocidental de estimular o confronto entre blocos e minar a estabilidade em diferentes partes do mundo.

      O país do Sudeste Asiático evitou utilizar esta expressão no passado, mas quis acalmar as preocupações de Pequim depois de, nos últimos meses, Hanói ter elevado os laços com os Estados Unidos e o Japão a “parceiros estratégicos abrangentes”, a mais alta designação oficial utilizada pelo Vietname para uma relação diplomática. Pequim e Hanói elevaram a relação bilateral para aquele nível há 15 anos.

      Xi voltou a referir a noção para uma nova arquitectura de segurança, durante uma reunião com o presidente da Assembleia Nacional do Vietname, Vuong Dinh Hue. “Na próxima fase, ambas as partes devem reforçar a cooperação em vários domínios, incluindo a legislação, a fim de contribuir para a construção de uma comunidade com um futuro comum”, afirmou Xi.

      Nguyen Khac Giang, membro visitante do Instituto ISEAS-Yusof Ishak de Singapura, disse que a concessão retórica de Hanói “não significa que o Vietname apoia as iniciativas políticas lideradas pela China”.

      “Trata-se de um acto delicado de equilíbrio, particularmente após a elevação recente do nível das relações com os EUA e o Japão”, explicou. “Julgo que a medida é esperada, dado que Xi veio pessoalmente a Hanói”, afirmou Nguyen.

      Xi também reuniu com o primeiro-ministro vietnamita, Pham Minh Chinh, e com o Presidente, Vo Van Thuong, na quarta-feira e vai terminar a viagem, depois de um encontro com jovens académicos vietnamitas e chineses.

      Vietname e China mantêm laços fortes, mas também têm pontos de divergência significativos, principalmente no que se refere às reivindicações territoriais sobre ilhas do mar do Sul da China.

      O Vietname é um dos vários países que contesta as reivindicações da China no disputado mar do Sul da China, especialmente em dois arquipélagos, as Ilhas Spratlys e as Ilhas Paracel. No passado, o Vietname enfrentou a guarda costeira da China nas águas disputadas.

      A China tem sido o maior parceiro comercial do Vietname há vários anos, com um volume de negócios bilateral de 175,6 mil milhões de dólares, em 2022, e um excedente comercial favorável a Pequim.

       

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau