Edição do dia

Quinta-feira, 23 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
25.8 ° C
25.9 °
24.9 °
89 %
3.1kmh
40 %
Qui
26 °
Sex
26 °
Sáb
26 °
Dom
28 °
Seg
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeProcessamento da Linguagem Natural da UM chega ao Canadá  

      Processamento da Linguagem Natural da UM chega ao Canadá  

      A equipa do Laboratório de Processamento de Linguagem Natural e Tradução Automática Português-Chinês da Universidade de Macau levou os seus estudos sobre tradução automática, correcção de erros gramaticais e geração de linguagem natural a uma conferência no Canadá.

       

      Em Julho, académicos da Universidade de Macau (UM) levaram as suas descobertas a uma conferência em Toronto, no Canadá, dando a conhecer os últimos avanços nas áreas da tradução automática, correcção de erros gramaticais e geração de linguagem natural. O professor Wong Fai e a sua equipa do Laboratório de Processamento de Linguagem Natural e Tradução Automática Português-Chinês da UM estiveram na 61.ª Reunião Anual da Associação de Linguística Computacional (ACL, em inglês), apresentando cinco artigos principais de conferência que “atraíram uma atenção considerável”, revelou a UM. A instituição académica considera que as suas descobertas promovem a cooperação tecnológica entre Macau e os países de língua portuguesa e ajudarão Macau a desempenhar o seu papel de plataforma entre a China e os países lusófonos.

      Durante a conferência, os estudantes de doutoramento Liu Shudong e Zhan Runzhe apresentaram dois textos sobre avaliação e treino de máquinas de tradução automática. O primeiro artigo apresenta um método de formação e extracção que pode transferir eficazmente conhecimentos de um modelo de tradução automática de recursos elevados para um modelo para crianças, permitindo assim a tradução entre pares com recursos reduzidos.

      O segundo artigo centra-se na avaliação automática das máquinas de tradução automática, e propõe uma abordagem de auto-supervisão, para que o modelo se adapte de forma dinâmica e consiga lidar com questões de falta de distribuição na avaliação entre domínios diferentes, melhorando assim a capacidade de previsão das máquinas. Ambas as metodologias apresentadas na conferência já foram submetidas a pedidos de registo de patente, indicou ainda a UM.

      A investigação sobre o processamento da linguagem natural desempenha um papel central no desenvolvimento da Inteligência Artificial moderna, impulsionando o desenvolvimento de produtos de IA, como o revolucionário ChatGPT. Nos últimos cinco anos, a UM apresentou mais de 20 trabalhos na conferência ACL, o que demonstra a experiência de liderança da universidade na área, exaltou a instituição académica. “Sob liderança do professor Wong, a equipa de investigação há duas décadas que se tem dedicado à investigação do processamento da linguagem natural, publicando uma série de resultados de investigação, demonstrando a sua capacidade de investigação, que está a nível mundial”. A participação da equipa na conferência foi apoiada pelo Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da RAEM e pela UM.