Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
17.9 ° C
17.9 °
16.9 °
88 %
2.6kmh
40 %
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °
Seg
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Turistas que não respeitam regras de trânsito e que tiram fotos nas...

      Turistas que não respeitam regras de trânsito e que tiram fotos nas estradas geram preocupação

      Com o regresso dos turistas a Macau registou-se um aumento do número de acidentes de viação envolvendo peões. A deputada Ella Lei nota que muitos dos casos são provocados por visitantes que desconhecem ou não respeitam as regras de trânsito de Macau. Segundo dados do Corpo de Polícia de Segurança Pública, o número de casos em que peões atravessam a via sem cumprir as regras de trânsito aumentou 59% no primeiro semestre deste ano.

       

      Os dados estatísticos do trânsito referentes ao primeiro semestre do ano divulgados recentemente pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) mostram que o número de casos em que peões atravessam a via sem cumprir as regras de trânsito aumentou 59% em comparação com o período homólogo do ano passado. Numa interpelação escrita enviada ontem ao Governo, a deputada Ella Lei alerta as autoridades para a situação e pede medidas para garantir a segurança nas vias.

      A parlamentar ligada à Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) assinala que o regresso dos turistas tem tornado as vias mais movimentadas e, além disso, há visitantes que ignoram as regras de trânsito da cidade. “Muitos residentes consideram que, para além de algumas pessoas atravessarem a via pública indiscriminadamente e não respeitarem os semáforos, alguns destes casos são causados pela falta de familiaridade dos visitantes com as regras e hábitos de trânsito, e há algumas pessoas que até tiram fotografias na via pública”, alerta.

      Salientando que, “para garantir um fluxo de trânsito suave e seguro, os automobilistas e os peões têm a responsabilidade de respeitar as regras e prestar atenção às condições da estrada”, a deputada eleita pela via directa sublinha que “algumas das razões prendem-se com o desconhecimento das regras e dos hábitos de trânsito por parte dos visitantes e algumas pessoas até tiram fotografias nas vias de trânsito de forma casual, o que facilita a ocorrência de acidentes”. Assim, pergunta: “Como é que o Governo vai continuar a proteger a segurança dos utentes das estradas através da consciencialização, da educação e da aplicação da lei?”.

      Além disso, diz Ella Lei, alguns dos acidentes de viação envolvendo peões podem também estar relacionados com as instalações das passagens para peões ou com as paragens de autocarros. “Que programas globais de melhoria estão em curso para as passagens de peões, passadeiras e espaços de espera para autocarros, etc.? Quais são os planos específicos de melhoramento para os bairros mais antigos com espaço rodoviário mais estreito?”, questiona a deputada.

      Por fim, Ella Lei queixa-se dos semáforos e diz que, em alguns casos, o período de tempo em que está verde para os peões é demasiado pequeno, o que faz com que os cidadãos com problemas de mobilidade tenham dificuldade em atravessar as ruas mais largas. Por isso, a deputada pergunta ao Executivo se tem planos para melhorar as instalações de semáforos existentes, instalando dispositivos de detecção de peões ou sistemas inteligentes, de forma a facilitar a travessia segura da estrada por parte destas pessoas. Ella Lei pergunta também se foi efectuada alguma análise aos semáforos e instalações de passagem de peões com deficiências visuais, de forma a melhorar as condições para estas pessoas.