Edição do dia

Sexta-feira, 14 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
29.2 ° C
30.9 °
28.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Sex
29 °
Sáb
30 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeMotorista de autocarro turístico encaminhado para o MP depois de danificar muro...

      Motorista de autocarro turístico encaminhado para o MP depois de danificar muro da Casa do Mandarim

       

      Na tarde de domingo, um autocarro de turismo embateu no muro da Casa do Mandarim, depois de já ter colidido com edifícios residenciais na Rua do Padre António. O motorista acabou por ser levado ao Ministério Público (MP) sob a acusação de fuga à responsabilidade.

       

      Um autocarro de turismo colidiu, na tarde de domingo, contra a parede da Casa do Mandarim, depois de também ter chocado, mais atrás, com dois edifícios residenciais na Rua do Padre António. O motorista acabou por ser levado ao Ministério Público (MP) acusado do crime de fuga à responsabilidade.

      Segundo uma nota do Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP), foi recebida uma denúncia de que um dos muros da Casa do Mandarim tinha sido danificado. A corporação diz que o motorista passou pela R. do Comendador Kou Ho Neng, Travessa do Colégio, Calçada da Paz, Rua do Padre António, e dirigia-se à Rua da Barra. Na Calçada da Paz, ao virar para a Rua do Padre António, aconteceu o primeiro acidente, tendo o autocarro colidido com dois edifícios residenciais. No entanto, o homem ignorou e seguiu em frente. Na Rua da Barra, o autocarro acabou por colidir também com um dos muros da Casa do Mandarim, provocando-lhe danos.

      Na altura, não havia turistas dentro do autocarro, não tendo sido registado qualquer ferido. Contudo, o autocarro ficou com danos. Só depois de embater no muro da Casa do Mandarim é que o condutor ligou às autoridades. O muro da Casa do Mandarim ficou danificado com várias marcas. O Instituto Cultural foi notificado para acompanhar o caso mas, ao Jornal Ou Mun, o organismo disse apenas que as paredes interiores da Casa do Mandarim não revelam qualquer dano.

      O condutor é suspeito de ter cometido o crime de fuga à responsabilidade e de ter violado as disposições de trânsito. Os serviços da polícia instauraram um processo contra o condutor e transferiram o caso para o MP para que este dê seguimento ao processo. O CPSP diz ainda que o motorista, residente de Macau, não apresentou álcool no teste do balão.

      O homem terá dito às autoridades que, depois de ter deixado o grupo de turistas, tentou levar o autocarro para um outro local onde iria esperar pelos visitantes, mas não estava familiarizado com aquela zona nem com as condições da estrada.

      Recorde-se que em Julho de 2021, um condutor de um camião betoneira foi detido por suspeitas de ter danificado a parede da Casa do Mandarim, após o IC ter detectado riscos notórios na parede exterior e ter alertado a polícia para a questão. Na altura, o suspeito tentou escapar à responsabilidade, por não estacionar de imediato o veículo nem ter notificado as autoridades policiais. A reparação do muro custou ao IC 14 mil patacas.