Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeExpo de Turismo fecha com 37 mil visitantes e 44 acordos de...

      Expo de Turismo fecha com 37 mil visitantes e 44 acordos de cooperação

      A 11.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau decorreu entre os dias 30 de Junho e 2 de Julho. Ontem a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) fez um balanço e indicou que a iniciativa atraiu mais de 37 mil visitantes e conseguiu 44 acordos de cooperação, por exemplo.

      A 11.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau, que decorreu entre os dias 30 de Junho e 2 de Julho, atraiu mais de 37 mil visitantes, de acordo com uma nota divulgada ontem pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST). O comunicado diz também que, no evento, foram assinados 44 acordos de cooperação e o “Sorteio de Mak Mak” contou mais de 5,5 milhões de patacas em recibos acumulados.

      A edição deste ano contou com a participação de 512 expositores e 465 compradores convidados, o maior número de sempre. Os expositores incluíram 69 empresas internacionais, 253 do interior da China, 18 da região de Taiwan, sete de Hong Kong e 165 de Macau. Os compradores vieram do exterior, do interior da China, da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, entre os quais 188 internacionais.

      O evento contou com 39 países e regiões, incluindo agências de viagens, instituições relacionadas com a indústria turística e empresas da Ásia, Europa, América, África e Oceânia, e abarcando ainda as administrações nacionais do turismo de Portugal, Japão, Tailândia, Filipinas e Malásia. Entre os expositores, 78 vieram de 13 cidades da província de Guangdong, 33 dos países e regiões abrangidos pela iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e nove dos países de língua portuguesa.

      Segundo a DST, foram assinados 44 protocolos na Expo de Turismo deste ano, envolvendo 86 empresas, incluindo de Macau, do interior da China e de diferentes países. Entre os protocolos assinados, cinco são projectos de cooperação industrial “1 + 4”, incluindo um de indústria financeira moderna e quatro de saúde e bem-estar.

      Além disso, a Expo de Turismo deste ano realizou 6.056 sessões de bolsas de contacto no local, ajudando os operadores turísticos de todo o mundo a expandir a sua rede de negócios. Após a exposição, até ao dia 4 de Julho continua a realizar-se a “Sessão de Bolsas de Contacto em Nuvem”.

      Durante os três dias do evento, foram exibidas em nove plataformas, nomeadamente, Taobao, Douyin, Aomi, Weibo, Facebook, Wechat, Mafengwo, Xiaohongshu e Miaopai, um total de 20 sessões de transmissão ao vivo e posts promocionais, tendo o número de visualizações e leituras atingido 7.569.200 pessoas. Entre os quais, os expositores provenientes de Portugal, Tailândia, Malásia, Uruguai, Cuba, Argentina e Equador, entre outros países, interagiram com os apresentadores em diferentes plataformas de transmissão ao vivo.

      O certame contou também com a participação de 18 expositores de gastronomia de Macau e, pela primeira vez, foi instalada “A Adega”, com 16 empresas de vinho provenientes do interior da China, Hong Kong e Macau para venda de vinhos e produtos relacionados. Aqui, o público pôde participar num curso com certificado de introdução ao vinho e à produção de vinho, workshops de degustação de vinho, sessões sobre técnicas de produção de cerveja de Macau, a par com uma competição de cerveja de Macau.

      “A Expo de Turismo voltou a reunir operadores turísticos de todo o mundo em Macau, mostrando a influência internacional e o profissionalismo do certame, e desempenhando um papel activo na promoção do intercâmbio entre operadores turísticos internacionais”, indica a DST em comunicado. A edição deste ano foi a primeira após o fim das restrições fronteiriças no território e teve como lema “MITE a ligar ao Mundo”, reunindo operadores turísticos de todo o mundo “para intercâmbio e negociações no certame, explorando em conjunto oportunidades de negócio diversificadas, que permitiram desenvolver o papel do evento como plataforma internacional de reunião e exposição profissional de turismo”, afirma o organismo no comunicado.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau