Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeHotéis Verdes premiados pela DSPA “somam e seguem” na poupança energética e...

      Hotéis Verdes premiados pela DSPA “somam e seguem” na poupança energética e reciclagem  

       

      A meta dupla de carbono está a estimular os hotéis do território a ficarem mais “verdes”, e a poupar energia e reciclar desperdícios de forma mais eficiente. Este ano, os 27 hotéis premiados pela DSPA marcaram pontos com a instalação de sistemas solares de aquecimento de água, estações de abastecimento de carros eléctricos, e a substituição de 60% dos veículos de combustíveis fósseis tradicionais. Para além da reciclagem de papel, plástico, latas e pilhas, outra das grandes inovações do sector é a reciclagem de alimentos, estando neste momento 80% dos hotéis de Macau a participar nestes programas semelhantes à compostagem.

       

      Ontem foram atribuídos os prémios “Hotel Verde Macau 2022” aos 27 hotéis do território que a Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental (DSPA) seleccionou pela contribuição ao desenvolvimento sustentável de Macau. Recorde-se que há 16 anos que a DSPA atribui estes prémios dos hotéis verdes, uma atribuição que tem vindo a ganhar cada vez mais importância devido à recente directiva nacional da “Dupla Meta de Carbono” em que a China, e por conseguinte, Macau, se comprometem a atingir o pico de carbono até 2030, e a neutralidade de carbono até 2060.

      Vários hotéis do Cotai, mas também da zona de Coloane e da península de Macau foram distinguidos na cerimónia que decorreu no auditório da DSPA, sendo louvados os seus esforços de implementação de medidas de gestão ambiental.

      Conseguindo aplicar as políticas ambientais do Governo, em 2022 estes hotéis instalaram equipamentos mais ecológicos, nomeadamente através da adição de cada vez mais instalações de carregamento de veículos eléctricos. Em apenas um ano, duplicaram para 200 o número de estações de carregamento de veículos eléctricos, sendo algumas destas abertas ao público, como, por exemplo, para motociclos e ciclomotores. Levando ainda mais longe o objectivo governamental da utilização de veículos eléctricos, os hotéis premiados alteraram ainda a sua frota de veículos, e agora 40% destes são eléctricos, e 20% veículos a gás natural.

      Em nota de imprensa, o departamento ambiental referiu ainda que, a fim de reduzir as emissões de carbono, e substituir o uso de alguns combustíveis fósseis, alguns hotéis premiados instalaram sistemas solares de aquecimento de água nos telhados, introduzindo igualmente “mais luz natural no espaço interior para reduzir o consumo de energia eléctrica”.

      Quanto ao tratamento de resíduos, “todos os hotéis premiados implementaram a reciclagem de recursos, incluindo resíduos de papel, garrafas de plástico, latas de alumínio e baterias usadas, sendo o volume acumulado total de reciclagem de cerca de 64.000 toneladas, o que equivale ao peso de 16.000 autocarros pequenos”, indicou a mesma nota. A DSPA louvou ainda a reciclagem de papel, em que o volume de papel de mais de 19.400 toneladas, é o mesmo que “reduzir o corte de 329.800 árvores”.

      A DSPA fez ainda referência a uma área de crescente preocupação: o desperdício alimentar na hotelaria. Segundo os dados apresentados pelo organismo ambiental, actualmente 80% dos hotéis premiados fazem reciclagem de resíduos alimentares, num esforço acumulado de 9.700 toneladas, tendo mesmo alguns hotéis instalado por iniciativa própria máquinas de tratamento de alimentos, num procedimento semelhante ao da compostagem, para tratar os resíduos alimentares.

      Recorde-se que o “Prémio Hotel Verde Macau” tem a validade de 3 anos, existindo actualmente um total acumulado de 54 hotéis premiados. O período de candidaturas ao “Prémio Hotel Verde Macau 2023” decorre entre 1 de Julho e 16 de Agosto. Para o próximo ano será possível subir ainda mais na distinção, já que existe ainda possibilidade dos hotéis premiados em 2021 e 2022 de participarem pela primeira vez nos prémios de nível superior – os prémios “Platina”.

      Este ano, os hotéis que arrecadaram os prémios de ouro foram o Conrad, o Londoner, o Sheraton, o MGM Macau, o St. Regis, o Studio City, o Ritz-Carlton, o Banyan Tree, e o JW Marriot. Os prémios de prata, por seu turno, foram atribuídos ao Wynn Palace, ao Artyzen Grand Lapa, ao Resort do Grand Coloane, e aos hotéis Emperor, Guia, Grand Lisboa Palace, Royal, Holiday Inn, e Mandarin Oriental. Os hotéis Sofitel, Metrópole, Grand Dragon e Metropark, por sua vez, receberam o prémio de bronze. Por último, a Pousada de Coloane conseguiu um prémio de mérito, e dentro da categoria de alojamento económico, os hotéis S, Macau Masters, e East Asia arrecadaram o prémio pensão verde. A pensão Ásia Boutique levou o certificado de medidas básicas.