Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
31.7 ° C
34.8 °
30.9 °
89 %
5.1kmh
40 %
Ter
32 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaSubida do segmento VIP na Sands foi devido aos concertos de Jackie...

      Subida do segmento VIP na Sands foi devido aos concertos de Jackie Chang, dizem especialistas

       

      Em Junho, a operadora Sands China conseguiu aumentar de 14% para 37% a sua parcela do mercado VIP do jogo, e isto foi principalmente devido aos concertos do cantor Jackie Cheung na Cotai Arena. Recorde-se que o célebre cantor de Hong Kong deu uma série de concertos que arrancaram a 9 de Junho, e terminam a 2 de Julho.

      Citando opiniões de especialistas do sector, o GGRAsia recordou num artigo publicado na sua página que os analistas George Choi e Ryan Cheung da empresa de avaliação financeira Citigroup acreditam que foi devido principalmente aos concertos do famoso cantor que os jogadores “premium de massa” fizeram mais apostas nas mesas dos casinos da Sands. De acordo com o GGRAsia, a JP Morgan Securities da região Ásia Pacífico mencionou igualmente que os concertos em salas de espectáculos de diversas operadoras de casinos do território foram provavelmente algo que estimulou o número de apostas de jogadores “premium” nos respectivos casinos.

      Traçando um retrato do desempenho recente da Sands, os mesmos especialistas da Citigroup referiram que em Junho o número de jogadores foi 125, contra 113 em Maio, e o valor de apostas médio do jogador VIP correspondia a 27,303 dólares de Hong Kong, contra os 17,142 dólares observados em Maio. Quanto ao mercado do jogo da RAEM no geral, a subida de cerca de 12% em Junho no número de jogadores “premium”, que totalizam 414, deve-se não só à influência dos concertos de Jackie Cheung, mas também ao festival dos Barcos do Dragão, indicou ainda a Citigroup na mesma nota. O número médio de apostas deste segmento de jogadores “aguentou-se bem”, com uma descida de apenas 2%, acrescentou.

      Os analistas do Citigroup destacaram ainda no perfil de Junho que houve um jogador que fez uma aposta de bacarat de 600 mil dólares de Hong Kong na sala “Apex” no Londoner, tirando essa jogada de uma pilha de fichas de jogo de 10 milhões de dólares, pilha que foi referida pelos especialistas como “a maior pilha de chips alguma vez vista” desde que o Citigroup retomou as análises das mesas de jogo em Janeiro, após a pausa durante a epidemia.

      Comparando com os valores de há quatro anos com os de Junho de 2023, os gastos actuais dos jogadores VIP equivalem a 75% dos valores de Junho de 2019, e o número das “baleias” – jogadores com uma aposta única em mão de 100 mil ou mais dólares de Hong Kong – deste ano foi 16, sendo que em 2019 foi de 15.