Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeEmbaixada portuguesa em Singapura distingue projecto TUGA, de Carlos Couto  

      Embaixada portuguesa em Singapura distingue projecto TUGA, de Carlos Couto  

      A Embaixada de Portugal em Singapura distinguiu Carlos Couto, proprietário do estabelecimento TUGA, com o grau Ouro da Medalha de Mérito das Comunidades Portuguesas. “O TUGA é um modelo de negócio único que promove Portugal através da sua gastronomia”, afirmou o embaixador Mário Miranda Duarte. “Não estava à espera disto; é o reconhecimento pelo trabalho da equipa toda que tem estado a trabalhar nos dois TUGA“, comentou Carlos Macedo Couto, em declarações ao PONTO FINAL.

       

      Carlos Couto recebeu na quarta-feira o grau Ouro da Medalha de Mérito das Comunidades Portuguesas das mãos do embaixador de Portugal em Singapura, Mário Miranda Duarte, devido ao projecto de restauração TUGA na cidade-Estado. A cerimónia de entrega da distinção foi integrada nas celebrações do 10 de Junho.

      No discurso que fez aquando da atribuição da distinção, o embaixador português frisou que “mais do que um restaurante, o TUGA é um modelo de negócio único que promove Portugal através da sua gastronomia, dos seus produtos gourmet e dos seus magníficos vinhos”. “Um modelo de negócio criado para celebrar a viagem que os navegadores portugueses iniciaram há cinco séculos com o sonho de introduzir produtos de comércio desconhecidos nos mercados da Europa”, acrescentou.

      Para Mário Miranda Duarte, tanto o restaurante de Taiwan como o de Singapura “são dos mais prestigiados nas duas cidades asiáticas e fazem parte dos roteiros gastronómicos de residentes e de turistas que visitam ambas cidades, assumindo simultaneamente a liderança na importação de vinhos portugueses”. “Defensor permanente do que é português, Carlos Couto prepara-se para novos desafios na sua carreira na Ásia, onde se tornou uma personalidade que é sinónimo da qualidade dos portugueses emigrados pelo mundo”, concluiu.

      Em Singapura, o arquitecto aliou-se a uma sócia local, Sue-Shan Quek – que já frequentava o espaço de Taipé. Nelson Santos dirige a cozinha em Taiwan e Tiago Martins coordenada os pratos em Singapura. A aposta do projecto de restauração recai também sobre os vinhos, cervejas e águas de Portugal.

       

      O TUGA É “UMA GRANDE MONTRA DE PORTUGAL”, DIZ CARLOS COUTO

       

      Em declarações ao PONTO FINAL, o arquitecto começou por dizer que não estava à espera do reconhecimento por parte da Embaixada Portuguesa em Singapura. Este é “o reconhecimento pelo trabalho da equipa toda que tem estado a trabalhar nos dois TUGA”, comentou.

      “Onde nos estabelecemos, como em Taipé e Singapura, é uma grande montra de Portugal e foi esse o motivo que terá levado a Embaixada a propor a atribuição da distinção”, sublinhou o líder do projecto TUGA, que viveu muitos anos em Macau.

      Questionado sobre a possibilidade de trazer o projecto para Macau, Carlos Couto diz que “o TUGA funciona bem em locais em que haja um grande desconhecimento dos vinhos de Portugal, que não é o caso de Macau”. “Não é o mesmo que fazemos nestes mercados em que os vinhos portugueses são totalmente desconhecidos”, completou o arquitecto radicado em Taipé.

      O restaurante TUGA em Singapura foi agraciado no fim de 2021 com o prémio Best Western Restaurant – Casual Dining Award entregue pela Restaurant Association of Singapore’s Epicurean Star Awards. Além disso, o TUGA Singapura foi distinguido na primeira metade de 2021 como o Melhor Novo Restaurante do Ano pela World Gourmet Summit, o mais prestigiado evento gastronómico do sudeste asiático.