Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeObra do Edifício Policial de Coloane e Complexo de Instrução da Unidade...

      Obra do Edifício Policial de Coloane e Complexo de Instrução da Unidade Especial de Polícia

      Cliente: DSSOPT

      Localização: Estrada Flôr de Lótus, Cotai

      Área Bruta de Construção: 182,000m2

      Fase: Projecto de Execução, 2020

      Arquitectura: Impromptu Projects Ltd + OBS Arquitectos Lda

      Engenharia: Consulasia – Consultores de Engenharia e Gestão, Lda + Tecproeng Macau

      O terreno adjudicado com cerca de 20,000m2 requeria albergar um programa bastante ambicioso e complexo, constituido por cinco edifícios de grande dimensão e duas caves generosas. Em termos de edificado, compreendia-se o Edifício Policial, o Edifício de Escritórios do Complexo de Instrução da Unidade Especial da Polícia (IUEP), o Edifício de Treinos do Complexo IUEP, o Edifício do Grupo de Operações Especiais (GOE), uma torre de treino táctico, um espaço multifuncional exterior, duas Carreiras de Tiro do Complexo IUEP (25m e 100m) situadas na cave, e duas caves comuns com capacidade para estacionamento de veículos ligeiros e pesados em conformidade com as necessidades do utilizador.

      As particularidades de cada edifício realçavam a complexidade programática e estrutural deste projecto:

      O Edifício Policial, consistia num programa normal de escritórios com 17 andares, uma sala de conferências com capacidade para 300 lugares no 14º piso, um campo de jogos interior no 16º piso e uma cantina com capacidade para 150 lugares.

      O Edifício de Escritórios do Complexo de Instrução da Unidade Especial da Polícia (IUEP), apresentava uma altura de 18 andares, continha uma sala de conferências com capacidade para 200 lugares no 18º piso, salas de formação, ginásio, balneários, quartos para formadores e uma cantina com capacidade para 320 lugares.

      O Edifício de Treinos do Complexo IUEP compreendia uma piscina de treino em profundidade de 10 metros, zonas de treino com simulação real de ruas e fachadas de prédios, modelo real para simulação de treino do LRT, jetfoil e aeronave Boeing 377, campo de treino para busca em drenagem subterrânea, passadiços técnicos de supervisionamento dos treinos simulados e espaços multiusos com campo de jogos no terraço.

      O Edifício do Grupo de Operações Especiais (GOE), contemplava um piso inteiro para simulação de treino com quartos de habitação ao estilo de hotel, campo de tiro electrónico e analógico ao vivo, pisos de dormitórios, salas de aulas, cantina, balneários e na cobertura um heliporto, sendo que este último foi cancelado pelas autoridades competentes numa das fases finais de revisão do projecto.

      O espaço multifuncional exterior contemplava uma pista de corrida com mais de 200 metros e livre de obstáculos, para efeitos de treino diário e demonstrações de treino específico com veículos pesados.

      Na sua conjuntura, o programa colossal foi resolvido com uma linguagem arquitectónica modular que permitiu a flexibilidade nas alterações programáticas internas, mantendo o conceito da fachada intacto, até certo ponto. As volumetrias desproporcionadas foram resolvidas com a presença de um pódio unificador do complexo que, por sua vez, acabou por fazer o perímetro do terreno. Este projecto foi, sem dúvida, das maiores empreitadas que o nosso estúdio embarcou e veio testar a nossa capacidade de resposta e de organização enquanto empresa responsável de projectos megalómanos.

      João Ó, Rita Machado

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau