Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeUniversidade de Macau e Guangzhou Medical University fazem avanço na imunoterapia

      Universidade de Macau e Guangzhou Medical University fazem avanço na imunoterapia

      Um projecto colaborativo liderado por Zhao Qi, professor da Faculdade de Ciências da Saúde (FHS) da Universidade de Macau (UM), e Zhang Zhenfeng, professor da Guangzhou Medical University (GMU), revelou que a remodelação do microambiente tumoral por ablação por micro-ondas pode aumentar o efeito antitumoral do receptor de antigénio quimérico (CAR), anunciou, esta sexta-feira, a UM em nota de imprensa.

      A descoberta permite agora ser usada para melhorar a capacidade do sistema imunológico de um paciente que, por exemplo, combate o cancro de pulmão com células não pequenas. Este é um grande avanço no tratamento de tumores sólidos com células CAR T. Os resultados da investigação foram publicados na revista científica Nature Communications.

      Explica a UM na mesma nota de imprensa, citando os resultados da investigação, que a terapia celular adoptiva de células CAR T é uma estratégia inovadora para o tratamento do cancro. “A terapia usa engenharia genética sintética para inserir um gene CAR que reconhece antígenos de células cancerígenas nas células T do sistema imunológico do paciente, transformando-as em células CAR T para tratar o cancro”, consideram os cientistas.

      No entanto, “embora a terapia com células CAR T tenha sido aprovada com sucesso como tratamento clínico de malignidades hematológicas, o efeito terapêutico em tumores sólidos não é significativo”.

      A ablação por micro-ondas, que usa ondas eletromagnéticas para matar células, tem sido amplamente utilizada clinicamente para tratar tumores. Em vista disso, a equipa de investigação conduziu um estudo sobre o tratamento combinado de ablação por micro-ondas e células AXL-CAR-T. “O estudo descobriu que a ablação por micro-ondas aumenta a iniciação, invasão, persistência e propriedades supressivas de tumor das células AXL-CAR-T em tumores, remodelando o microambiente tumoral”, pode ler-se nas conclusões, enquanto isso, “o metabolismo oxidativo mitocondrial das células CAR T que se infiltram no tumor aumenta, o que pode efectivamente melhorar a eficiência do tratamento de tumores sólidos”.

      Zhao Qi e Zhang Zhenfeng acreditam que a estratégia de remodelar o microambiente do tumor “é extremamente importante para aumentar o efeito antitumoral das células CAR T”, por isso, “os resultados da investigação fornecem uma base teórica para a terapia sinérgica de ablação por micro-ondas e células CAR T e mostram que a imunoterapia com células ALX-CART tem o valor da transformação clínica”.

      Para além dos professores Zhao e Zhang, que são os autores correspondentes deste estudo, também os estudantes de doutoramento Yang Shuo e Fu Shengyu contribuíram para este projecto, que foi financiado pelo Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da RAEM, pelo Programa Chave Nacional de I&D da China e pela própria UM.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau