Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaChina recomenda viagens faseadas no Ano Novo Lunar para evitar contágio

      China recomenda viagens faseadas no Ano Novo Lunar para evitar contágio

      O Ministério dos Transportes chinês recomendou ontem a quem viajar durante as férias do Ano Novo Lunar, que em 2023 ocorrerá entre 21 e 27 de Janeiro, que o faça "de forma escalonada" para evitar infecções massivas pela Covid-19. De acordo com um guia do Ministério chinês, os testes de PCR e passaportes Covid-19 não serão exigidos para viajar e as autoridades competentes vão desmantelar quaisquer postos de controlo anteriormente instalados para restringir a passagem de veículos nas estradas.

      “Para garantir as reuniões familiares seguras e tranquilas, as cidades devem tentar que as viagens sejam escalonadas e os departamentos de transporte devem aumentar a frequência para atender à demanda”, refere o guia, divulgado pela imprensa local. Segundo o Ministério, caso surja um surto de Covid-19 em grande escala, “devem ser implementados planos de emergência” para evitar a suspensão dos meios de transporte.

      Este ano, o número de passageiros vai aumentar substancialmente, segundo o Ministério, referindo que devem ser tomadas medidas para garantir “o transporte normal de energia, alimentos e necessidades básicas, bem como o transporte de vacinas, antigénios e outros recursos médicos”. A redução das restrições trouxe neste mês uma onda de infecções que algumas províncias estimam em milhões por dia. Hospitais de grandes cidades como Pequim têm tido dificuldades em atender a todos os pacientes, segundo depoimentos recolhidos nas redes sociais do país.

      A China anunciou também que, a partir de 8 de Janeiro, deixará de exigir que os viajantes que chegam entrem em quarentena. Por outro lado, as autoridades chinesas anunciaram também que irá ser retomada a emissão de passaportes para turismo. O Governo chinês parou de emitir vistos para estrangeiros e passaportes para os chineses no início da pandemia de Covid-19 no início de 2020. A Administração Nacional de Imigração da China disse que começará a receber pedidos de vistos para turistas que queiram ir para o estrangeiro a 8 de Janeiro. A agência disse que aceitará solicitações para prorrogar, renovar ou reemitir vistos, mas não deu nenhuma indicação de quando poderão ser emitidos para os solicitantes numa primeira vez.

      Já Hong Kong eliminará algumas das suas medidas de combate à Covid-19, incluindo testes de PCR para viajantes que chegam e requisitos de vacinação para entrar em determinados locais, disse o líder da cidade. A “nossa sociedade como um todo construiu uma barreira de imunidade extensa e de alto nível”, disse o Chefe do Executivo de Hong Kong, John Lee, numa conferência de imprensa.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau