Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeIAS vai lançar no próximo ano projecto para promover independência e autonomia...

      IAS vai lançar no próximo ano projecto para promover independência e autonomia dos idosos

      O Instituto de Acção Social está a terminar a elaboração do Projecto de Vida Saudável para os Idosos de Macau, cuja execução está prevista para o próximo ano. A iniciativa ajudará os idosos a criar hábitos saudáveis, para reduzir a sua dependência de serviços de cuidados a longo prazo. Na resposta à interpelação do deputado Ho Ion Sang, o organismo garante ainda que vai fazer um maior esforço para identificar idosos isolados na comunidade.

      O Instituto de Acção Social (IAS) adiantou que será inaugurado o Projecto de Vida Saudável para os Idosos de Macau no próximo ano, sendo que é o Grupo Director Interdepartamental do Mecanismo de Protecção dos Idosos que está responsável pelos trabalhos da sua elaboração. O plano deverá ser concluído até ao final deste ano.

      O Projecto de Vida Saudável para os Idosos de Macau é uma das medidas pontuais para o Plano de Acção para o Desenvolvimento dos Serviços de Apoio a Idosos nos Próximos Dez Anos, do IAS, no âmbito de ajudar os idosos a reforçarem a sua saúde e a manterem a sua independência e autonomia.

      De acordo com a informação, o plano explora formas viáveis para fortalecer a assistência aos idosos no cultivo de um estilo de vida saudável, de forma a reduzir a dependência de serviços de cuidado de idosos a longo prazo.

      Numa resposta à interpelação escrita do deputado Ho Ion Sang, o presidente do IAS, Hon Wai, assinalou que o organismo criou ainda a Página Electrónica sobre as Informações dos Serviços a Idosos, tendo vindo a proporcionar informação sobre os serviços, “a fim de ajudar os indivíduos de meia-idade a formar os bons e saudáveis hábitos o mais cedo possível, aumentando o nível de saúde quando chegam à terceira idade”.

      Hon Wai reiterou que o Governo presta atenção à situação de vida dos idosos isolados, e continua a apoiar as instituições dos serviços sociais a localizar os idosos isolados ou casais de idosos na comunidade.

      “Até 30 de Setembro de 2022, o número de utentes dos Serviços de Tele-Assistência ‘Peng On Tung’, Rede de Serviços Carinhosos aos Idosos e Programa de apoio aos idosos isolados era de cerca de 5.300, 4.100 e 950 pessoas, respectivamente”, revelou, garantindo que irá lançar mais serviços a proporcionar apoio adequado aos idosos necessitados.

      Recorde-se que o deputado Ho Ion Sang apresentou uma interpelação para chamar a atenção ao apoio mútuo entre os idosos isolados e os vizinhos, lembrando o caso de dois irmãos idosos de 70 anos encontrados mortos em casa, tratando-se de uma cuidadora e de um portador de dificuldades de deslocação.

      “Há casos não identificados na comunidade e existem diversas razões para o isolamento dos idosos, incluindo a personalidade, contexto familiar, situação financeira, a pandemia, a saúde e as limitações ao ambiente residencial. Têm raramente contactos com a comunidade”, apontou. Ho pede assim mais assistência dedicada aos idosos isolados e os cuidadores de idosos.

      Relativamente aos idosos frágeis com necessidades de cuidados, incluindo os idosos isolados e famílias com casais de idosos, o IAS ressalvou que há actualmente sete equipas de serviços de apoio e de cuidados domiciliários e sete equipamentos sociais para oferecer cuidados básicos e domiciliários, e treino de reabilitação.

      “No que toca ao apoio aos cuidadores de idosos, os centros de serviço de apoio a idosos e centros de cuidados especiais diurnos estão a prestar serviços de consulta de informação, aconselhamento emocional, formação em cuidados e empréstimo de equipamentos auxiliares, para aumentar a capacidade dos cuidadores”, destacou.

      O IAS assegurou que vai continuar a promover as instituições de serviços sociais para organizarem visitas aos idosos isolados e casais de idosos, tal como reforçar o espírito de inter-ajuda dos residentes acerca de idosos frágeis na comunidade.